Com 18 anos é o mais jovem rookie a chegar ao pódio na história da F1

Lance Stroll foi uma das figuras em Baku ao terminar no terceiro lugar, que não foi segundo, por milímetros. O jovem piloto da Williams perdeu o segundo lugar sobre a meta para Valtteri Bottas, mas mesmo assim tornou-se no primeiro estreante a terminar no pódio aos 18 anos, isto apenas na sua oitava corrida. Lance Stroll tem sido muito criticado neste seu início na Fórmula 1, mas o canadiano voltou a dizer que não liga às críticas: “Não ligo a isto, é apenas barulho. Já o ano passado falavam e este ano, no início também. Estou feliz comigo mesmo, o resto é barulho que não quero saber” disse o canadiano, que sobre o resultado: “Estou um pouco sem palavras. Foi uma corrida muito intensa, aconteceu de tudo, foi tudo muito rápido. Fizemos tudo bem e não estive envolvido em confusões. Não consigo descrever bem como me sinto…” disse o jovem que começa a dar sinais positivos.

Ler + “Se ele quer provar ser um homem deve fazê-lo cara a cara”

Acaba por ser uma chapada de luva branca em quem não lhe ‘perdoa’ ter um pai muito rico. E para que não restem dúvidas, este jovem é exatamente o mesmo que há uns meses cometia alguns erros com saídas de pista nos testes, o que na altura foi de imediato suficiente para lhe caírem em cima. Se tivessem feito o mesmo que nós, dar-lhe tempo e depois sim, criticar ou elogiar, tinham feito bem melhor. Para nós, Stroll não era o “filho de pai rico” que muitos diziam, como não é agora uma espécie de herói. Simplesmente, um jovem que fez o seu trabalho, fê-lo bem, e foi recompensado com o primeiro pódio da sua carreira…

LER + Incidente de Hamilton e Vettel dá vencedor surpresa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.