F1: Quer guiar pela Mercedes? Então responda ao ‘anúncio’!

Após o inesperado anúncio da retirada de Nico Rosberg, a Mercedes achou que estava na altura de remediar a situação o mais depressa possível, enquanto não decide se eventualmente optará pelo jovem Pascal Wehrlein, ou outros nomes como o espanhol Fernando Alonso, o finlandês Valtteri Bottas ou o alemão Sebastian Vettel para ocupar o lugar deixado vago pelo novo campeão do mundo.

Como? Colocando um anúncio numa das páginas de classificados do Autosport inglês, deixando claro que há uma posição em aberto para o cargo de “piloto”.

“Surgiu uma vaga para a posição de piloto de corridas da equipa. Idealmente, terás um currículo impecável em competências como “virar o volante”, “travar” e, em particular, “acelerar”. Possuir uma Super Licença da FIA será uma vantagem”, pode ler-se na oferta. Caso o candidato seja aceite, a Mercedes promete diversos benefícios que incluem seguro de saúde, carro da empresa, ginásio e acesso ao restaurante.

Só para evitar que se sinta ‘tentado’ a responder ao anúncio, saiba que não existe qualquer morada ou e-mail de resposta, nem uma data para concluir o processo…

André Bettencourt Rodrigues / Autosport