A Fiat (por mãos privadas) alcançou um feito histórico para as cores italianas na mais recente edição do Dakar, ao chegar ao fim com um carro derivado do Panda. Com efeito, o PanDakar foi o primeiro carro oriundo de Itália e o primeiro modelo Fiat a terminar o rali mais icónico do mundo.

No cerne deste projeto está um Panda 4×4 Cross equipado com motor 2.0 Multijet de 180 CV, totalmente de série e o mais compacto que conseguiram ‘enfiar’ no compartimento do motor, mas com ligeiras alterações para se adequar às exigências da prova. Denominado PanDakar, este modelo foi inscrito pela equipa Orobica Raid, formada em 2008 e liderada por Giulio Verzeletti, especializado em provas de longa distância.

Toda a equipa é constituída por pilotos experientes que, no conjunto, contam com mais de 40 participações no Dakar (http://www.pandakar.it/). Os Italianos Giulio Verzeletti – que conduziu motas, carros e camiões em 15 edições do Dakar – e Antonio Cabini – que participou na prova 20 vezes, igualmente ao volante de motos, carros e camiões – levaram o PanDakar até à linha da meta, contando com o inestimável contributo de Nicola Montecchio, que cuidou de todos os aspetos ligados à preparação do motor, especialmente para superar as elevadas altitudes e os longos percursos da prova.

As 12 etapas do Dakar 2017 desenrolaram-se ao longo de três países latino-americanos – Argentina, Bolívia e Paraguai –, cumprindo quase 9.000 km e mais de 4.000 km de especiais cronometradas. Para a equipa, a importância da classificação foi pouco relevante, tanto mais que não foi além do 55º posto, ficando em antepenúltimo da geral, mas o facto de ter chegado ao final da prova foi uma conquista para Verzeletti e Cabini.

Foi, também, caso para dizer que a persistência deu os seus frutos, já que esta foi a quarta participação da Fiat no rali mais duro do mundo. A primeira ocasião teve lugar em 2007, seguindo-se novas tentativas em 2008, 2014 e 2017, sendo que apenas nesta última um dos modelos italianos chegou ao fim.

a carregar vídeo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.