Freddy Loix anuncia retirada dos ralis

Aos 46 anos Freddy Loix anunciou hoje o fim de uma carreira de 27 anos nos ralis. O piloto belga competiu em 89 provas do Mundial, tendo como melhor resultado um segundo lugar em 1997 no ‘nosso’ Rali de Portugal. Em termos do Campeonato Nacional de Ralis marcou presença em 88 rondas e subiu ao lugar mais alto do pódio em 31 ocasiões.

O seu primeiro grande passo na carreira surgiu no já distante ano de 1993 quando se juntou ao Opel Team Bélgica. Três anos depois associou-se ao Toyota Team Bélgica. Em 1999  mudou-se para a Marlboro Mitsubishi Ralliar, onde teve um violento acidente no Rali Safari que por muito pouco não colocou um ponto final na carreira do belga. Depois da aventura Mitsubishi seguiram-se ainda passagens pela Hyundai e Peugeot, onde substituiu Richard Burns.

Em 2010 começou a ligação com a Skoda. De regresso à Bélgica, Freddy Loix conquistou por quatro vezes consecutivas o título nacional ao qual junta ainda no seu palmarés 11 triunfos no Ypres Rally, o mais importante rali que se realiza em solo belga.

Quanto ao futuro de Freddy Loix nada está ainda definido contudo o site pessoal afirma que Loix  poderá estar perto de adquirir alguns concessionários do Grupo Volkswagen na Bélgica. Para além desse cenário, o site avança que o antigo piloto do Mundial de Ralis quererá estar ligado a um projecto que pretende ajudar jovens pilotos. “Gostaria ajudar os mais novos ao partilhar com eles a minha experiência nos ralis. Tenho sido um sortudo durante a minha vida. Quero devolver a sorte que tive e seria interessante fazer esse trabalho com a Skoda porque é uma marca que está no meu coração”.

Martin Holmes/Autosport