GP Bélgica F1: Pole para Hamilton e igualdade com Schumacher

Lewis Hamilton igualou o recorde de pole positions de Michael Schumacher, 68, e vai arrancar para a corrida de amanhã na frente, com Sebastian Vettel um pouco mais atrás, depois do piloto da Ferrari bater Valtteri Bottas na sua derradeira volta. Kimi Raikkonen foi quarto na frente de Max Verstappen e Daniel Ricciardo, com Nico Hulkenberg em sétimo a ser o melhor dos ‘outros’. Sergio Pérez, Esteban Ocon e Jolyon Palmer fehcaram o top 10.

Para Lewis Hamilton: “Nem posso acreditar, Spa é um dos meu circuitos favoritos, tenho mesmo o melhor trabalho do mundo. Igualar este recorde é muito especial e ouvir a mensagem (ndr, transmitida por Ross Brawn e trazida por Corina Schumacher “os recordes são para ser batidos, parabéns” que agradeço muito foi bom. Rezo muitas vezes pela recuperação do Michael, tive privilégio de correr ao lado dele, e sempre o admirei. Estou honrado e ele continuará a ser um dos maiores de todos os tempos”, disse Hamilton.

Sebastian Vettel colocou ao ‘lado’ de Hamilton na primeira linha: “Tive bom feeling Q1, mas depois perdi-o, especialmente no setor 2. Mas na última volta senti que o carro estava bom, o Kimi ajudou um pouco ao ‘rebocar-me’. Estou confortável é uma boa posição foi um grande trabalho da equipa e estou feliz e ansioso pela corrida e confiante pois temos ritmo de corrida e amanhã espero que possamos estar bem” disse Vettel. Jolyon Palmer foi 10º e o primeiro a ceder na Q3 com problemas na caixa de velocidades, que perdeu pressão do óleo.

Q2: Alonso por pouco
Fernando Alonso perdeu mesmo em ‘cima da meta’ a possibilidade de passar novamente à Q3, mas mais uma vez o motor Honda não ajudou com o espanhol a queixar-se “Sem potência” pela rádio. Assim, de fora na Q2, ficaram Fernando Alonso; Romain Grosjean; Kevin Magnussen; Carlos Sainz e Stoffel Vandoorne que nem sequer registou um crono fruto da penalização que vai sofrer. Para a Q3, passaram Hamilton, Bottas, Raikkonen, Verstappen, Vettel, Ricciardo, Palmer, Perez, Hulkenberg e Ocon, por esta ordem.

Q1: Williams de fora
As coisas não estão a correr nada bem para a Williams, pois os seus dois monolugares ficaram fora na Q1, sendo que Felipe Massa ainda tem uma penalização de cinco posições a cumprir por não ter desacelerado sob bandeiras amarelas no terceiro treino livre. Assim, na Q1, de fora para além do brasileiro ficam ainda Daniil Kvyat; Lance Stroll; Marcus Ericsson e Pascal Wehrlein. Contudo, o último na grelha será Stoffel Vandoorne, que com 65 posições de penalização para cumprir, vai partir de… Bruxelas. Os dois McLaren passaram, os dois Williams ficaram de fora…

Se quiséssemos resumir a qualificação do GP da Bélgica de F1, Hamilton iguala recorde de 68 poles de Schumacher, Vettel reagiu bem ao ataque Mercedes e tem um novo contrato, Jolyon Palmer mostrou velocidade, mas continua sem sorte, a Williams está na mó de baixo, alonso ficou novamente furioso com a Honda, Vandoorne bvai arrancar de Bruxelas, quanto a penalizações são só 100. 65 para Vandoorne, cinco para Massa, 20 para Daniil Kvyat e mais cinco para Pascal Wehrlein e Marcus Ericsson. Ah, e por fim descobrimos um adepto do Kevin Magnussen. Veja a foto…