Zak Brown quer transformar cada GP de F1 numa Super Bowl

Zak Brown quer que a Fórmula 1 aproveite a experiência de marketing de outros espetáculos desportivos para melhorar a sua visibilidade junto do público, apontando a Super Bowl, a final do principal campeonato norte-americano de futebol americano (NFL), como uma inspiração para cada Grande Prémio no calendário do Mundial de F1.

Brown, en entrevista ao canal desportivo americano ESPN, afirma que “a Super Bowl faz um excelente trabalho a nível local, com uma grande ligação aos fãs, ocupando todo o espaço nas cidades onde o jogo vai ser disputado. Nós temos 21 Super Bowls espalhados por todo o mundo, e eu gostava que fizéssemos alguma coisa com isso”.

Mais especificamente, o novo diretor executivo da McLaren explica que “devíamos ver o que estamos a fazer em cada fim de semana, na forma como interagimos com os espectadores nos circuitos e como os podemos colocar em contacto com as equipas. Cada vez que vamos a uma cidade diferente, temos que criar um evento grande à volta do Grande Prémio. Esta é uma área onde tudo pode ser melhorado em nosso favor. É uma grande oportunidade de crescimento e quero contribuir para isso”.

A aquisição da F1 pela Liberty Media é uma oportunidade para Brown, especialista em marketing, que está confiante no interesse de Chase Carey na evolução para plataformas digitais, e o seu interesse nesta área poderá colocar a McLaren numa posição privilegiada no Grupo de Estratégia da F1, onde o interesse das equipas tem sido geralmente feito do ponto de vista técnico, enquanto a ligação ao entretenimento tem sido unidirecional, com as equipas interessadas apenas na sua parcela dos direitos televisivos.

Paulo Manuel Costa / Autosport