Depois dos automóveis, agora é a vez dos comboios passarem a ser ecológicos, com a criação de mais tipos de transporte com emissões zero. Mesmo com linhas eletrificadas na maior parte dos países industrializados, é possível ir mais além e a Alemanha dá o primeiro passo com o Coradia iLint, seu primeiro comboio movido a hidrogénio, cujas emissões são compostas apenas por vapor de água.

O Coradia iLint é uma ideia do governo do estado da Baixa Saxónia, na Alemanha, que vai colocar 14 unidades deste transporte ferroviário ao serviço. Este governo regional vai testar a viabilidade de utilizar este sistema, para que depois os outros estados e o governo federal possam expandir a frota a nível nacional. O objetivo é substituir as 4000 locomotivas Diesel atualmente em serviço.

A Alstom, construtora do Coradia, está atualmente na fase de testes do novo comboio, mas este deverá estar pronto para ser usado como transporte de passageiros até dezembro. O iLint foi mostrado ao público em agosto do ano passado, já pronto a utilizar, e além dos alemães, também a Holanda, Dinamarca e Noruega demonstraram interesse no modelo.

O comboio utiliza baterias de iões de lítio de grandes dimensões, que produzem energia a partir do tanque de hidrogénio localizado na parte superior da máquina. O modelo da Alstom atinge velocidades máximas de 140 km/h e tem uma autonomia esperada de quase 800 km/h.