Novas bicicletas vão absorver poluição e purificar o ar da China

O rápido processo de industrialização das últimas décadas fez da China um dos países com as maiores concentrações de poluição nas grandes cidades, o que levou o governo chinês a fazer grandes investimentos na área das energias com fontes renováveis e na rede de transportes públicos. Mas o público também pode contribuir, voltando a fazer algo tradicional, com um toque futurista.

Antes do aumento desmesurado de carros na rede urbana, a China era conhecida como “o país das bicicletas”. A ideia é que a população volte a usar bicicletas, mas agora equipadas com tecnologia que vão permitir a estes veículos limpar o ar à volta do seu utilizador, acabando com a poluição numa localização pequena. Agora, imagine milhões de pessoas a fazer o mesmo com uma bicicleta, e uma grande área pode ser limpa.

A tecnologia foi desenvolvida pelo holandês Daan Rossegaarde, também oriundo de um “país das bicicletas”. A estrutura da bicicleta seria equipada com filtros que, tal como a sua já existente Smog Free Tower, iria limpar o ar à medida que se desloca. Ao mesmo tempo, os utilizadores podem fazer as suas viagens dentro da cidade sem criarem poluição adicional e sem consumirem recursos energéticos.