A Renault está mais perto de tornar o uso do carro elétrico mais prático, tendo demonstrado com sucesso o uso da tecnologia de recarregamento das baterias em andamento. Esta tecnologia está a ser desenvolvido como parte do projeto Fabric, financiada em parte pela União Europeia, para popularizar o uso desta tecnologia e facilitar o desaparecimento do motor de combustão tradicional e a sua substituição pela energia elétrica.

Para demonstrar a viabilidade desta tecnologia, que denominou DEVC (carregamento dinâmico de veículo elétrico sem fios), a marca francesa associou-se à Qualcomm e Vedecom, que forneceram o sistema de carregamento e construíram uma pista de 100 metros em Versailles, nos arredores de Paris. O sistema foi testado no Renault Kangoo Z.E., um dos modelos elétricos da marca, que conseguiu acumular 20 kW de energia nas baterias a velocidades na casa dos 100 km/h.

Com este tipo de carregamento, poderão eliminar-se alguns dos fatores negativos associados à utilização do automóvel elétrico, nomeadamente os tempos elevados de carregamento, e o peso e espaço utilizados pelas baterias, que assim não necessitam de grande acumulação. A velocidade obtida pela Kangoo também demonstra que é possível recarregar o veículo em condições normais de funcionamento em estrada aberta.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.