Ensaio Hyundai i30 SW 1.6 CRDi 110

Após o lançamento do i30 de cinco portas no início do ano, surgiu finalmente a versão carrinha, a Hyundai i30 SW, uma clara aposta pensada para a família num segmento bem ao gosto dos portugueses e onde espaço e qualidade fazem a diferença.

A i30 SW apresenta um design bastante atraente com uma grelha dianteira inspirada numa cascata de metal fundido que cria a sensação de movimento e robustez, que é uma das imagens que identificam o i30 SW. Para além disso o tejadilho afunilado confere à esta carrinha uma silhueta bem ao estilo de um coupé.

Os faróis full-LED com as luzes de circulação diurna em LED permitem que a nova Hyundai i30 SW revele uma presença visual forte que não permita que passe despercebida e a orientação horizontal da combinação das ópticas traseiras, reforça a sensação de força e estabilidade da i30 SW.

Interior

O interior desta SW é outros dos trunfos da Hyundai para atacar um segmento bastante competitivo e onde a marca sul coreana se pretende impor.

Começamos por olhar o espaço de bagagem onde ao abrirmos a bagageira ficam de imediato a descoberto 602 litros de espaço prático e conveniente de carga, que podem subir para os 1.650 litros com os bancos traseiros rebatidos. Ou seja, estamos perante uma das maiores bagageiras do segmento.

A calma e simplicidade do habitáculo criam uma sensação de qualidade, elegância
e espaço. Hyundai i30 SW é um modelo com 4.585 mm de comprimento, com 1.465mm de altura e 1.795mm de largura. Estamos por isso perante um veículo onde espaço para os passageiros é o ideal para três passageiros nos bancos de trás viajam com espaço suficiente para as penas sem problemas durante grandes viagens.

Já no que aos lugares da frente diz respeito, o conforto proporcionado pela i30 SW é bastante semelhante a viajarmos em primeira classe, onde não falta um apoio de braço deslizante, colocado entre os assentos dianteiros que pode ser movido para a frente e para trás, ajustando-se à medida. A cobertura do apoio de braço pode ser levantada, revelando
um compartimento de arrumação.

Para o condutor, estar aos comandos desta i30 SW torna-se assim bastante agradável, até porque na versão ensaiada a SW 1.6 CRDi DCT de 110cv com caixa automática de sete velocidades a potência do motor fez as delícias de um pai de família que por vezes gosta de andar mais rápido.

Segurança e conectividade

Relativamente a equipamentos de segurança, as mais recentes funcionalidades estão disponíveis na nova i30 SW, desde a Travagem Autónoma de Emergência (AEB), que recorre à operação da câmara frontal, passando pelo Alerta de Fadiga do Condutor (DAA), Sistema de Controlo Automático dos Máximos (HBA) ou o Sistema de Manutenção na Faixa de Rodagem (LKAS).

Já o sistema opcional de alerta de peões, disponível na versão ensaiada, utiliza o radar frontal para diminuir ou evitar possíveis atropelamentos.

Mas temos mais sistemas de segurança nesta i30 SW. Fazendo uso dos sensores dianteiros do veiculo, o Cruise Control Inteligente Avançado (ASCC) mantém uma velocidade e distância constantes em relação ao veiculo da frente ao acelerar ou travar automaticamente. Caso sejamos confrontados com o trânsito parado, o sistema acciona automaticamente o travão até a i30 SW ficar imobilizado e acelerando até à velocidade pretendida assim que a estrada fica livre.

Através da utilização do radar, o Detector de Ângulo Morto (BSD) com Assistente de Mudança de Faixa de Rodagem monitoriza as extremidades traseiras e, no caso de ser detectada a presença de um veículo, exibe um alerta visual nos espelhos retrovisores exteriores.

Par além da aposta da Hyundai nos mais diversos sistemas de segurança com que equipou a nova Hyundai i30 SW, destaque igualmente para o ecrã̃ táctil de oito polegadas posicionado de forma a permitir uma fácil interacção, ideal para usufruir dos sistemas de Infotainment e Navegação, com funcionalidades de conectividade de última geração, onde podemos desfrutar do Apple CarPlay, o Android Auto e os Live Services.

Em alternativa a Hyundai oferece, de serie, o sistema de som premium com um cerã táctil LCD de cinco polegadas, com câmara de marcha atrás integrada, Bluetooth e My Music. Está ainda disponível para esta i30 SW também, de série, o carregador wireless de telemóvel.

Motor

A versão testada 1.6 CRDi de 110cv revelou-se bastante disponível em auto-estrada com o motor turbo-diesel capaz de produzir uma quantidade impressionantes de binário, permitindo uma sessão de que estamos ao volante de um coupé.

Já a caixa automática DCT de 7 velocidades, combina elevados níveis de eficiência e optimização do consumo de combustível com a conveniência da transmissão automática. Existem 3 modos de condução disponíveis: Normal, Eco e Sport, sendo que neste último o condutor tira grande diversão ao apertar com o acelerador.

A caixa automática revelou-se suave na passagem de velocidade, enquanto o travão de mão eléctrico é muito fácil de utilizar e permite a existência de mais espaço de arrumação na consola central.

A função Auto Hold mantém automaticamente o travão activo assim que a viatura esteja completamente parada, assegurando que esta não descai mesmo sem o pé no pedal do travão.

Para desactivar o travão condutor apenas tem de carregar no pedal do acelerador.

Veredicto

Com vários trunfos para conquistar o mercado a Hyundai i30 SW, é uma aposta clara num segmento onde o espaço é bastante valorizado e por isso a marca sul coreana jogou forte numa carrinha que promete conquistar os adeptos destes modelos mais familiares, onde tudo é feito a pensar no espaço e comodidade e onde nada falta em matéria de segurança e conectividade.

FICHA TÉCNICA

Motor

Tipo – 4 cilindros em linha turbo

Cilindrada (cm3) – 1582

Diâmetro x curso (mm) – 77,2X84,5

Potência máxima (cv/rpm) – 110 / 4.000

Binário máximo (Nm/rpm) – 280 / 2000

Tracção, transmissão, suspensão e travões

Tracção – Dianteira

Tipo Transmissão – Automática com caixa de 7 velocidades

Suspensão (fr/tr) – Tipo McPherson / Multi-Link

Travões (fr/tr) – Discos ventilados / Discos

Prestações e consumos

Aceleração 0-100 km/h (s) – 11,5

Velocidade máxima (km/h) – 188

Consumos Extra-urb./urbano/misto (l/100 km) – 4,1 / 4,7 / 4,3

Emissões de CO2 (g/km) – 112

Dimensões e pesos

Comp./largura/altura (mm) – 4582 / 1795 / 1475

Peso (kg) – 1940

Capacidade da bagageira (l) –602

Depósito de combustível (l) – 50

Preço – Desde 22.600,00 euros

Texto: Francisco Mendes (autosport@autosport.pt)

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.