Espiral do Tempo junta relojoaria e automóveis clássicos

A revista Espiral do Tempo, dedicada a relógios de gama alta, realizou uma sessão de fotografia no Museu do Caramulo, juntando relógios das marcas mais enigmáticas com os automóveis da colecção e criando um ambiente único de design e engenharia.

Esta sessão resultou num conjunto de fotografias de ambiente requintado, onde se realçam os pormenores dos relógios, e das suas marcas, tendo por fundo o design e a patine dos automóveis clássicos.

Para criar este ambiente, foram escolhidos da colecção do Museu do Caramulo alguns dos seus modelos marcantes como sejam o Mercedes-Benz 300 SL de 1955, o Ferrari 195 Inter Vignale de 1951, o Lamborghini Miura SV de 1971 ou o Pegaso Z102B de 1953, entre outros.

Veja o resultado desta sessão em baixo.

Fotos:Carlos Pires