No mundo moderno, rapidez nos transportes e comunicações é fundamental. Como o caminho mais curto entre dois pontos é uma linha reta, foram construídas auto-estradas que transportam rapidamente os seus utilizadores de um ponto ao outro, com toda a comodidade. Quando a geografia está contra este objetivo, é fácil deitar montanhas abaixo, ou construir um túnel de um lado ao outro.

Mas a tecnologia de hoje não é a mesma de antigamente, e características geológicas sempre representaram obstáculo nas comunicações entre civilizações. Mesmo assim, foram encontradas soluções, eficazes para a época, mas consideradas primitivas hoje. Só que estas estradas nem sempre foram substituídas, e muitas ainda continuam a operar. É o caso de túnel de Guoliang, na China, com apenas 1,2 km mas com uma aparência extremamente perigosa.

O túnel foi criado para ligar a aldeia de Guoliang ao resto da província de Henan. Apesar da sua aparência rústica, foi construído entre 1972 e 1977. E a aparência rústica e o tempo de construção explicam-se pela obra ter sido feita pela população local. O túnel é usado por transportes públicos, apesar de mal ter espaço para um autocarro, que tem que partilhar o caminho com rebanhos locais. Mas nos seus pontos mais confortáveis tem 5 metros de 4 de largura, e local para os peões passarem, pararem e descansarem.

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.