Dizia a música que as dunas são como divãs. Só que os divãs são para dormir e, para o Sidewinder, as dunas são movimento. São ao mesmo tempo os sete mares e a Route 66 se esta fosse coberta de areia. Este é um automóvel que não existe na realidade, mas se existisse não teria qualquer em andar a velocidade em terrenos onde a aderência não existe.

Um projeto da Gray Design, o Sidewinder retira o seu nome inglês da serpente do mesmo nome, a cascaval de chifres (Crotalus cerastes), cujo movimento ondulatório lhe permite mover-se surpreendentemente depressa nas dunas do deserto da Califórnia.

Se algum engenheiro amador conseguir transformar o carro em realidade, a Gray Design recomenda um “crate engine” Chevrolet LSX, com 6,2 litros, compressor mecânico e 630 cv, bem como suspensão de braços inferiores e amortecedores especiais 3.0 King. O design do sistema de info-entretenimento é baseado num sistema compatível com Android desenvolvido pela Swedspot.

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.