Concessionário cria Ford Mustang anti-Bugatti com mais de 1200 cv

M. Francis Portela
Investigador

A guerra da potência atinge níveis cada vez mais ridículos, e se as marcas não estão dispostas a vender às pessoas aquilo que elas querem, então os concessionários ajudam. É o caso da Lebanon Ford, concessionário da marca de Dearborn na cidade de Lebanon, Ohio, que criou um Ford Mustang com mais de 1200 cv para clientes especiais.

A Lebanon Ford já tinha preparado uma versão de 727 cv o ano passado, vendendo o carro especial a um preço inferior a 40 mil dólares. Desta maneira, conseguiu bater o rival Dodge Challenger Hellcat da rival Fiat Chrysler, em preço e em potência. Mesmo assim, a Roush, uma casa de tuning com um longo historial de associação à Ford, conseguiu oferecer valores semelhantes a um preço ligeiramente mais baixo.

Agora, a Lebanon Ford não quis deixar os seus créditos por mãos alheias e foi ainda mais longe. Com a guerra de potência dos pony cars a ficar mais quente e o futuro Challenger Demon a ostentar, possivelmente, mais de 750 cv, o concessionário do Ohio foi mais longe e criou uma versão que promete ultrapassar os 1200 cv. Existem dois packs de preparação, um abaixo dos 45 mil dólares e outro abaixo dos 50 mil.

Só há um probleminha. O motor Ford Coyote, de 5 litros, recebeu dois turbos Hellion, novas válvulas, novo intercooler, controlador de pressão, nova bomba de óleo e novas árvores de cames, suficiente para atingir esse valor louco… mas o motor não aguenta. O máximo que vai ser possível atingir é 800 cv, suportados pelas árvores de cames. Para atacar um Bugatti, o motor precaisa de mais preparação.