O futuro está à porta e a Jaguar prepara-se para dar um passo em frente neste âmbito, com a revelação em Los Angeles do seu primeiro SUV elétrico, o I-Pace Concept que, mais tarde, dará origem a um modelo de produção.

Posicionado num patamar paralelo ao do F-Pace, este novo SUV representa, igualmente, o início da aposta da marca na tecnologia elétrica, com uma autonomia em redor dos 500 quilómetros (de acordo com o anunciado pela própria companhia).

Esculpido pela imaginação e talento criativo de Ian Callum, este SUV revela linhas esguias e aproximadas às de um coupé desportivo, mas com os trejeitos típicos de um crossover, nomeadamente com uma maior altura ao solo e versatilidade acrescida. Este capítulo é reforçado pela noção de espaço a bordo, um dos elementos em que a marca mais trabalhou para este protótipo elétrico de aspeto vanguardista.

O interior segue, à risca, o arrojo do exterior, com muita luminosidade proveniente do tejadilho panorâmico, espaço acrescido e bagageira ao nível das berlinas de segmento médio

Inovador é o campo da motorização, com a Jaguar a recorrer a duas unidades elétricas, uma para o eixo dianteiro e e outra para o traseiro, disponibilizando, no total, um valor de 400 cv e 700 Nm de binário com tração integral permanente. O conjunto de baterias de nova geração (90 kWh), posicionadas sob o piso do habitáculo, permitem uma autonomia de 500 quilómetros.

De forma arrojada, tratando-se ainda de um concept, a marca está já a aceitar encomendas a partir do seu site de Internet.