Mercedes constrói ‘gigafactory’

A Daimler AG começou a construção da sua ‘gigafactory’ que vai produzir baterias de iões de litio e custará, no total, 500 milhões de euros

As gigantes fábricas de baterias estão prestes a chegar à Europa. Num claro desafio à Tesla, a Daimler AG vai construir uma ‘gigafactory’ a 131km de Berlim, o que vai contribuir para acelerar a eletrificação do setor automóvel.

A tecnologia produzida nestas fábricas e as chamadas “hortas de energia solar e eólica” são essenciais para a próxima geração de veículos elétricos. Com duas indústrias dominantes a tomarem o mesmo caminho, e a China a apostar fortemente no setor, o custo das baterias deve baixar rapidamente, de acordo com a Bloomberg New Energy Finance.

“Enquanto os custos de produção de baterias baixam e a sua capacidade de armazenamento aumenta, podemos ter carros elétricos mais baratos do que carros movidos a combustíveis fósseis já em 2030”, referiu o analista da Bloomberg, Nikolas Soulopoulos . Em termos concretos, espera-se que os custos de produção baixem 43%.

Com projetos de larga escala já planeados para a Suécia, Hungria, e Polónia, e com esta construção da Daimler na Alemanha, prevê-se que a capacidade de produção de baterias mais do que duplique até 2021.