A Nissan encerra o ano em alta, propondo três novidades de relevo para o mercado nacional, direcionadas para lados díspares: do lado da ecologia encontra-se o Leaf Black Edition, enquanto os adeptos da condução desportiva poderão almejar ao novo GT-R Track Edition. Pelo meio, um novo motor 2.0 de 177 CV para o X-Trail.

Começando pelo Leaf Black Edition, trata-se de uma versão especial deste modelo elétrico de enorme sucesso, tendo por base o grau de equipamento Acenta para oferecer novos equipamentos. No exterior, as adições incluem jantes em liga leve pretas de 16 polegadas, faróis LED, proteções de entrada iluminadas, vidros fumados, capas dos espelhos retrovisores pretas e defletor traseiro do tejadilho preto. Os tapetes com costuras azuis dão ao interior mais um toque de exclusividade.

O Leaf Black Edition está também equipado de série com a mais recente evolução do avançado sistema NissanConnect EV e com a tecnologia de Monitor 360º.

Esta edição limitada estará à venda na Europa por um período de produção limitado entre março de 2017 e agosto de 2017, com os primeiros 1.000 clientes a receberem um hotspot Wi-Fi gratuito e que permite ligar até oito dispositivos. Lançado em 2010, o Nissan Leaf conheceu a sua mais recente atualização no final do ano passado, com uma versão de 30 kWh para uma autonomia estimada até 250 quilómetros.

GT-R inspirado nas pistas

No lado diametralmente oposto, a marca apresentou ainda uma nova edição especial para o GT-R, denominada Track Edition, que oferece desempenho aprimorado para os entusiastas de superdesportivos. Como o nome implica, este GT-R foi especificamente concebido pela equipa dedicada na NISMO – a divisão de desporto motorizado da Nissan – para os entusiastas das pistas de competição. Desenhado para oferecer um nível mais elevado de desempenho do que o GT-R de base, está disponível em Portugal pelo preço recomendado de 157.310 euros.

O Nissan GT-R Track Edition está acima das versões Premium, Prestige e Black Edition no alinhamento das gamas, mas imediatamente abaixo da versão mais exclusiva, a GT-R NISMO.

As alterações ao nível do desempenho para melhorar ainda mais a experiência dinâmica incluem uma suspensão Bilstein Damptronic personalizada. Além disso, instala uma nova e leve barra anti aproximação para aumentar a rigidez da carroçaria e reduzir o peso.

As jantes de alumínio forjado de 20 polegadas NISMO Racing Black fazem parte do equipamento do GT-R Track Edition, além de um para-choques dianteiro mais largo. Em Portugal os bancos Recaro em carbono e um deflector traseiro em carbono estão disponíveis como opção. O que está incluído em todos é o símbolo exclusivo Track Edition em carbono instalado no painel de instrumentos.

Em termos tecnológicos, inclui novo sistema de infoentretenimento tátil NissanConnect de oito polegadas e uma unidade áudio de 11 altifalantes Bose. De resto, a potência mantém-se inalterada, recorrendo ao motor V6 bi-turbo de 3.8 litros capaz de desenvolver 570 CV e 637 Nm de binário.

Versatilidade de trilhos

Por fim, destaque ainda ainda para o motor de 2.0 litros com 177 CV, já disponível para encomenda, mas apenas com entregas previstas para o início do próximo ano. Esse novo motor debita 177 CV e 380 Nm de binário máximo. Trata-se de um aumento significativo de potência em relação ao já existente motor turbodiesel de 1.6 litros e 130 CV, respondendo às necessidades dos consumidores que procuram um grupo de potência de maior capacidade, e que, em Portugal, representam mais de metade (65%) do segmento dos grandes crossovers.

Uma estreia nesta gama é a opção da caixa de velocidades automática Nissan Xtronic CVT em conjunto com a transmissão de tração às quatro rodas. Esta configuração junta-se às opções de uma caixa manual de seis velocidades e uma solução com tração a duas rodas para ampliar ainda mais a presença da Nissan no segmento dos crossovers maiores.