Nissan Z pode ter motor híbrido com 500 Cv

M. Francis Portela
Investigador

O nome Z é uma presença regular na gama da Nissan desde 1969, quando a marca japonesa criou o Fairlady Z, exportado a partir do ano seguinte como Datsun 240Z, o primeiro Nissan desportivo de grande produção. Atualmente, o 370Z representa a sexta geração do Nissan Z, em produção desde 2009, pelo que um herdeiro começa a ser perscrutado no horizonte.

É já no final do ano, no Salão de Tóquio, que a Nissan deverá apresentar um concept car de antevisão à próxima geração, que deverá chegar à produção pouco depois. Embora seja necessário modernizar o carro, o nome do Z vem atrelado com algumas exigências de fãs tradicionalistas, pelo que a marca japonesa terá que manter alguns aspetos, nomeadamente o motor dianteiro de seis cilindros (presente em todas as gerações, incluindo o 240Z, 260Z, 280ZX, 300ZX e 350Z) e a frente de grandes dimensões.

Em comparação com o cocktail tecnológico do seu irmão mais poderoso, o GT-R, o Nissan Z deverá partilhar elementos da sua arquitetura com outros modelos da aliança Renault-Nissan, nomeadamente o Infiniti Q60. Isto poderá permitir-lhe recorrer à tração integral, embora um recurso à tradicional tração traseira possa ser mais do agrado dos fãs, em termos de comportamento e de simplicidade técnica.

Em contrapartida, o atual V6 atmosférico deverá ser deixado de lado para utilizar o mesmo V6 biturbo do Infiniti, de 3 litros e injeção direta, que poderá ter dois níveis de potência, de 300 cv no modelo de entrada e de 400 cv no segundo, ambos ligados a uma caixa de dupla embraiagem, com sete velocidades e comando no volante. Mas mais tarde deverá surgir a verdadeira versão de topo, com motorização híbrida e cerca de 500 cv, elevando o Z para um patamar mais próximo dos super-desportivos (mas ainda abaixo do GT-R).

Quanto ao nome, se é certo que Nissan Z será sempre a identidade base, fica na dúvida se a marca japonesa optará por baixar o número para de 370 para 300Z (na quarta geração, o modelo chamava-se 300ZX), ou se poderá adotar o nome 400Z (também apropriado).