Depois dos automóveis, em breve os aviões também vão ser elétricos. A aviação comercial ainda vai ter que esperar alguns anos para poder substituir os seus aviões a jato, mas pequenas aeronaves para uso pessoal vão ter mais facilidade em retirar o motor de combustão de circulação e em usar sistemas elétricos, como já acontece com os automóveis. Para demonstrar o potencial desta tecnologia, a Siemens criou um motor elétrico que estabeleceu não um mas dois novos recordes.

Este ano, a Siemens montou o seu novo motor num avião Extra 330LE, que pode ser usado por duas pessoas, mas que neste caso também é usado para acrobacias aéreas. O motor SP-260 DP usa uma bateria com 14 módulos de iões de lítio, gerando 18,6 kWh cada e permitindo ao motor atingir uma potência máxima de 260 kW (354 cv).

Este avião elétrico já tinha um recorde de altitude de 3000 metros, atingidos em quatro minutos e 22 segundos (11,5 metros por segundo). Este ano, acrescentou mais dois, tendo sido medido a uma velocidade de 340 km/h, mantendo ainda uma velocidade constante superior a 337 km/h durante três minutos, e tornou-se ainda o primeiro avião elétrico a conseguir rebocar um planador, atingindo 600 metros em um minuto e 16 segundos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.