Um dos aviões mais fáceis de identificar é o Beluga. Construído pela Airbus, é parecido com a baleia que lhe dá o nome, com a “cabeça” grande a indicar a entrada para o gigantesco compartimento de carga e as janelas do cockpit a fazerem lembrar o “sorriso” do animal marinho. O Beluga já é um dos maiores aviões do mundo, mas vai ficar ainda maior, transformando-se no Beluga XL.

O Beluga é tão grande que consegue transportar outros aviões… desmontados, obviamente. Mesmo assim, nesta nova encarnação, vai facilitar o transporte de materiais de grande dimensão. Enquanto o Beluga atual só consegue carregar uma asa do Airbus A350, o BelugaXL consegue transportar duas. Tem 63 metros de comprimento, enquanto o compartimento de carga tem um diâmetro interno de 8,8 metros. Em termos de peso bruto, o BelugaXL vai poder atingir as 227 toneladas, com um raio de ação de 4000 km.

Um derivado do A330, o BelugaXL começou a ser preparado em 2014, e vai começar a ser testado no ar a partir de meados de 2018.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.