Um motor normal de um automóvel geralmente ocupa o tamanho de um caixote grande. E os seus cilindros consomem o equivalente a um garrafão de combustível por cada 100 km. Mesmo assim, parece grande quando é levantado de um carro. Então imagine este motor, usado no navio cargueiro Emma Maersk. Como podem ver pela primeira imagem, é preciso viajar num atrelado para chegar ao navio onde vai ser montado.

Construído pela Wärtsilä, o RT-flex96 c mede 26,5 metros de comprimento e 13,5 metros de altura (um prédio de quatro andares), pesando 2300 toneladas. É um dos motores mais poupados no seu ramo, pelo que os seus 14 cilindros, dispostos em linha, consomem apenas 6200 litros de gasóleo por hora. Também é bastante potente, com 109 mil cavalos, às 102 rotações por minuto, seis vezes mais lento que um motor normal. Mas, tendo em conta o tamanho dos cilindros e da cambota, não é preciso andar mais depressa.

E, realmente, a eficiência do navio comprova-o. Com este motor instalado, o Mary Maersk consegue transportar mais de 15 mil contentores a uma velocidade máxima de 31 nós (57 km/h). Tem também uma vida longa, assegurando 25 anos de trabalho contínuo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.