O Ferrari 328 está longe de ser um dos modelos mais apelativos da história da marca italiana, tendo sido considerado um modelo abaixo da qualidade típica que esperava de um Ferrari. Talvez por isso, tenha havido quem achava que era capaz de fazer um Ferrari melhor que a Ferrari. É aqui que entra o designer Bernd Michalak, criador de um exemplar único, o Ferrari Conciso.

Em 1993, quatro anos depois do final da produção do modelo de série, Michalak desenhou e montou uma carroçaria nova para o Ferrari 328, completamente aberta, com um design redondo, como era típico de protótipos na época. Este exemplar também era baseado em modelos de competição clássicos, e não tinha capota, nem sequer para-brisas, e obrigava o condutor e o passageiro a usar um capacete para se deslocar.

A mecânica permaneceu inalterada, com o motor 3.2 V8 com injeção eletrónica (a Ferrari eliminou os carburadores dos seus motores nos anos 80), debitando 270 cv. Como o Conciso é 30 por cento mais leve que o modelo que lhe dá origem, isto deve dar-lhe capacidades dinâmicas que o tornariam um dos carros de estrada mais interessantes de conduzir da época.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.