Já pensou se tivesse um carro favorito, e pudesse comprar um exemplar de cada ano de construção? Foi mais ou menos essa a ideia que levou um canal de televisão americano a comprar 36 exemplares do Chevrolet Corvette e a dá-los num concurso, apenas para um artista plástico os comprar e esquecer-se deles numa garagem.

Tudo começou em 1988, quando a VH-1 concordou em fazer um concurso em que ia dar um Corvette de cada ano construído desde então, começando em 1953. Para isso, teve que comprar os carros, sendo que 14 exemplares eram descapotáveis, e de todos apenas 11 tinham caixa manual. Para recuperar o investimento, o canal televisivo aceitou inscrições através de chamadas de valor acrescentado.

O vencedor foi um carpinteiro chamado Dennis Amodeo, que não fazia ideia do que ia fazer com todos estes carros. Foi então que recebeu uma chamada do artista excêntrico Peter Max, uma das estrelas do movimento pop art nos anos 60 e 70. Max comprou os 36 automóveis por 250 mil dólares em dinheiro e outros 250 em arte, e pretendia fazer uma produção com os carros, cheerleaders e um estádio, mas problemas com as autoridades financeiras atrasaram o projeto.

Os carros acabaram esquecidos numa garagem pública, até 2010, quando Peter Max os mudou de sítio, completamente empoeirados e muitos provavelmente a precisar de um novo motor, mas a pensar usar as suas carroçarias como telas. Mas a comunidade online de fãs do Corvette envolveu-se para os restaurar e já conseguiu encontrar compradores para muitos deles. O modelo de 1956 já tem um novo dono que o vai apreciar: o comediante Jerry Seinfeld.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.