Comitiva Toyota e Lexus parte de Ovar em viagem pela Europa

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Definida como uma “localização simbólica”, a fábrica da Toyota Caetano Portugal em Ovar foi escolhida para que a marca japonesa desse início à fase europeia do seu projeto ‘5 Continents Drive’ (‘Viagem pelos 5 Continentes’, em tradução livre). Um projeto que tem início numa data também ela muito importante para a marca japonesa, que comemora a 28 de agosto de 2017 o seu 80º aniversário.

Ao longo das próximas oito semanas, um conjunto de modelos da Toyota e da Lexus irão percorrer cerca de 13.000 quilómetros na Europa, passando por diversos locais importantes, numa forma também de ensaiar a resistência em condições reais dos seus modelos. O destino final desta viagem europeia é a sede da Toyota Motor Europe em Bruxelas, na Bélgica.

O projeto ‘5 Continents Drive’ foi lançado em 2014 por Akio Toyoda, Presidente da Toyota Motor Corporation, que demonstrou com esta iniciativa o seu empenho na evolução e pesquisa ao longo de sete anos dos seus modelos através de uma série de percursos que procuram submeter os carros aos mais exigentes testes reais de condução, nos mais variados tipos de percursos.

A escolha da localização em Portugal é, também ela, um ‘piscar de olho’ a um local que tem muito de histórico para a marca japonesa: “A fábrica da Caetano em Portugal é uma localização simbólica para o início deste projeto inovador neste continente, já que foi aqui que os primeiros modelos da Toyota foram produzidos na Europa, há 46 anos”, referiu Johan Van Zyl, Presidente e CEO da Toyota Motor Europe.

“A Europa tem um dos mais exigentes e competitivos mercados automóveis do mundo, se não mesmo o mais exigente. É uma região extremamente importante para a Toyota porque nos ajuda a estabelecer padrões de qualidade e de performance dos nossos produtos num mercado que exige que se cumpram os mais elevados padrões”, acrescentou Van Zyl.

Os dois primeiros continentes visitados permitiram viagens com sucesso e segurança – Austrália (2014) e América (do Norte em 2015 e do Sul em 2016) -, com cerca de 70.000 quilómetros viajados nessa experiência. O périplo pela Europa terá ainda direito a mais uma etapa, depois, com mais 6.000 quilómetros de percurso entre Copenhaga (Dinamarca) e Puppola (Finlândia), naquele que é o local da fábrica da divisão desportiva Toyota Gazoo Racing WRT. Seguir-se-ão África e Ásia, onde o projeto terá o seu final em 2020, no mesmo ano em que os Jogos Olímpicos terão lugar em Tóquio, no Japão.