Como entrar em Londres em grande estilo? Basta ter a ‘pinta’ certa…

Associar petróleo à expressão “mina de ouro” é algo feito de forma quase irrefletida. O futuro será ‘autónomo e elétrico’, mas enquanto chega e não chega o petróleo continua a ser uma nascente de ‘cunhar’ moedas em muitos bolsos neste mundo fora.

A junção destas ideias facilmente nos remete para uma zona geográfica do globo em específico, os Emirados Árabes Unidos, conhecida pelas individualidades que definem as novas tendências em vários aspetos, entre eles, no mundo automóvel.

É aqui que entra o saudita Turki Bin Abdullah, um bilionário que há um ano resolveu ir passear a sua garagem para as ruas londrinas. O feito de facto não é de agora, mas o insólito é sempre algo digno de nota.

Entre os supercarros contam-se: Range Rover Sport; Mercedes-Benz G63 AMG; Lamborghini Aventador Roadster; Porsche 918 Spyder; Bentley Flying Spur ou Rolls-Royce Phantom Coupe. Todos veículos de inegável apelo visual e que não deixam ninguém indiferente.

Mas se até aqui tudo pode nem parecer especial, o caso muda de figura pela resplandecência do visual que estiliza os modelos, já que estes se encontram totalmente pintados a dourado, numa cor obtida através de uma pigmentação criada à base de pigmentos de ouro.

É caso para questionar, valerão mais os modelos ou as suas tonalidades?

André Duarte/Autosport

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.