A Hyundai revelou na Feira de Eletrónica de Las Vegas (CES) uma série de robôs para utilização humana e que permitem executar tarefas pesadas ou ajudar à mobilidade pessoal. O conceito idealizado pela marca coreana é mesmo de ‘vestir’ estes exoesqueletos energizados de forma a melhorar a performance humana em funções variadas.

O H-MEX (Hyundai Medical EXoskeleton) ajuda os pacientes com lesões na parte inferior da coluna vertebral a recuperarem a capacidade de andar. Ao utilizar uma ‘embraiagem’ sem fios com sistema integrado de mobilidade, este equipamento permite a utilizadores com paralisia, por exemplo, efetuarem uma série de ações como andarem, sentarem-se, virarem-se ou subir escadas.

Já o HUMA (Hyundai Universal Medical Assist) tem um princípio operacional distinto, já que oferece mobilidade a pessoas com problemas musculares, permitindo assim uma mobilidade muito melhorada em diversos aspetos, como andar, correr ou subir e descer escadas. Além disso, consegue suportar até 40 kg de peso adicional e ajuda a correr até aos 12 km/h, surgindo como um possível auxiliar para funções militares ou industriais em que seja necessário transportar pesos.

Por seu turno, o Hyundai-WEX (Hyundai Waist EXoskeleton) oferece apoio à parte superior do corpo e às ancas, prevenindo lesões nas costas para trabalhadores que executem funções repetitivas.

Tanto o H-MEX como o o HUMA são alimentados por baterias amovíveis e substituíveis, permitindo igualmente um amplo ajuste em termos de medidas para se adequar ao corpo de cada utilizador.

O avanço destas soluções fica demonstrado, por exemplo, também com a forma como o H-MEX consegue oferecer um padrão de andamento ajustado a cada pessoa ao calcular uma série de fatores, incluindo o ritmo, largura da passada e inclinação do tronco a cada passo, através de uma aplicação instalada num dispositivo inteligente. O HUMA recorre a uma série de juntas avançadas e mecanismos para alinharem os seus movimentos com os do utilizador, permitindo-lhe uma mobilidade mais ágil.

Em relação a estes avanços na área da mobilidade, Tae Won Lim, diretor da Instituto de Pesquisa Avançada e de Engenharia da Hyundai Motor, a visão da companhia “é de se tornar mais do que apenas uma construtora de automóveis e os avanços que conseguimos nas tecnologias de assistência robótica vão-nos permitir oferecer aos clientes novos níveis de liberdade de mobilidade”.