Lendas da Competição: Lancia Delta Integrale

O Lancia Delta Integrale marcou o final de uma era dourada nos ralis e tornou-se uma autêntica peça de coleção e de paixão. Esta é a sua história.

Concebido em 1979 por Giorgio Guigiaro, o Lancia Delta partilhava a plataforma do Fiat Ritmo, que além de um pequeno utilitário familiar com alguns luxos no interior também esteve presente nos Ralis com a sua versão 130TC. O primeiro Delta desenvolvido para a competição surgiu em 1985 quando a Lancia decidiu substituir o seu fantástico e vitorioso 037 de tracção traseira. Surgiu o mais potente de todos os Lancia, o Delta S4. Foi necessária a construção e homologação de duzentas unidades de estrada, para que este veículo de 800kg pudesse competir no então Grupo B, onde praticamente não existiam quaisquer limitações e/ou restrições.
Com o fim do Grupo B, a Lancia viu-se forçada a utilizar como base o modelo de série que tanto sucesso estava a causar. Em 1987 surge a primeira versão do Lancia Delta Integrale 8V ou Delta 4WD, utilizada pela marca italiana para homologar a versão de competição do modelo que viria a dominar durante vários anos o Campeonato do Mundo de Ralis.
O Delta Integrale 16V foi o automóvel com que a Lancia se apresentou para defender o título alcançado em 1990.
O Integrale 16V é uma evolução do seu antecessor. O capot foi elevado para acomodar o novo motor de 16 válvulas 2 litros turbo. Os injectores maiores forneciam maior potência tirando eficiência da alimentação. A resposta do turbocompressor Garrett T3 era imediata.
Sendo notórias outras mudanças exteriores visíveis: rodas e pneus mais largos e novos emblemas dianteiro e traseiro. A divisão da tracção foi alterada para 47 % da frente e traseira 53%, para dar ao automóvel melhores características de manuseamento. O Integrale 16V foi apresentado em 1989 Geneva Motorshow.
O Lancia Delta dominou o Mundial de Ralis conquistando 46 vitórias, 6 títulos de construtores seguidos (de 1987 a 1992) e 4 títulos mundiais de pilotos (1987, 1988, 1989 e 1991).
Com este modelo em exposição Didier Auriol participou em dois Ralis do Campeonato do Mundo, em 1991: San Remo, o qual venceu, e Austrália.
Posteriormente, este Delta, veio para Portugal onde participou no Campeonato Nacional de Ralis pelas mãos de João Santos, ostentando as cores da Vulcano.

Ficha técnica
1991
Itália
300 a 330 CV
4 cilindros em linha
1.995 c.c.
6 velocidades
1.100 Kg
220 Km/h