Mercado automóvel continua a crescer: 12,2% em julho

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

O mercado automóvel nacional voltou a ter um desempenho acima das expectativas no mês de julho, com um crescimento de 12,2% em relação ao mesmo mês do ano passado, com especial destaque para os veículos pesados.

De acordo com os dados avançados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP), este forte crescimento representou um total de 21.060 unidades matriculadas, superando, desta forma, o crescimento homólogo acumulado observado nos primeiros sete meses do corrente ano.

Em termos acumulados, de janeiro a julho de 2017, foram matriculados 169.476 veículos automóveis novos, o que representou um crescimento homólogo de 8,3%

Por segmento, os automóveis ligeiros de passageiros representaram um crescimento de 12,2% face ao mês de julho do ano passado, com um total de 17.544 automóveis matriculados. Já nos primeiros sete meses, as matrículas representaram 144.730 unidades, o que se traduziu numa variação positiva de 7,8% relativamente a período homólogo de 2016.

Quanto aos comerciais ligeiros, venderam-se 3.003 novos veículos comerciais ligeiros, o que representou um acréscimo de 7,1% no mês de julho, enquanto no cômputo do ano, o mercado leva um aumento de 11,8% face ao ano anterior, com um valor de 21.699 veículos.

No que diz respeito ao mercado de veículos pesados, o qual engloba os tipos de passageiros e de mercadorias, em julho de 2017 verificou-se um forte crescimento de 56,4% em relação ao mês homólogo do ano anterior, tendo sido comercializados 513 veículos desta categoria. Nos primeiros sete meses de 2017 as matrículas situaram-se em 3.047 unidades, o que representou um acréscimo de 7,8% relativamente ao período homólogo de 2016.

Renault sempre na frente, Opel e Dacia em ritmo forte

Por marcas, a Renault voltou a ser aquela que mais vendas registou no mês de julho, com 2.140 unidades matriculadas (crescendo 13,8%), mas não foi a marca francesa aquela que registou o maior crescimento na metade cimeira da tabela de vendas por marca. Um dos maiores crescimentos em termos homólogos foi o da Opel, que registou um aumento de 83,9% face a julho do ano passado, apenas superada pela subida registada pela Dacia, que cresceu 99,4%.

Ainda assim, por número de carros vendidos, atrás da Renault ficaram a Peugeot, com 1.541 unidades matriculadas (+4%), Mercedes-Benz, com 1.418 matrículas (+15,3%) e Opel, com o tal aumento de 83,9% equivalente a 1.355 unidades matriculadas. Igualmente acima do milhar de unidades vendidas em julho ficaram a Nissan (1.081 unidades), BMW (1.070) e Volkswagen (1.006). Nota, também, para os crescimentos da Fiat, de 12,6%, que mantém a toada de crescimento, Citroën (+17,9%), Toyota (+11,7%) e Audi (+10,5%).

No cômputo dos sete primeiros meses do ano, a Renault segue na frente, isoladíssima, com um total de 20.669 unidades matriculadas, num crescimento homólogo de 23,8%, sendo também a única marca a ter uma quota de mercado com dois dígitos (acima dos 14%). Segue-se a Peugeot, com 13.775 matrículas de janeiro a julho (+8,8%), e a Volkswagen, com um total de 10.775 unidades registadas, ainda assim com um ligeiro decréscimo de 3,5%.

Não muito longe está a Mercedes-Benz, com um total de 10.362 unidades matriculadas (+6,1%), ao passo que BMW, na quinta posição, tem o mesmo número de carros matriculados em 2017 que tinha em 2016: 9.302. A Fiat aproxima-se com um total de 9.054 unidades, sendo aquela que no top 10 tem o maior crescimento atrás da Renault, com a marca italiana a subir 20,2%. Opel, Nissan, Citroën e Ford completam o top 10, todas elas com valores positivos de crescimento.

Julho Janeiro a Julho
Unidades % Unidades %
2017 2016 Var. 2017 2016 Var.
Renault 2140 1881 13,8 20669 16698 23,8
Peugeot 1541 1482 4,0 13775 12657 8,8
Volkswagen 1006 1122 -10,3 10775 11161 -3,5
Mercedes-Benz 1418 1230 15,3 10362 9770 6,1
BMW 1070 1148 -6,8 9302 9302 0,0
Fiat 919 816 12,6 9054 7535 20,2
Opel 1355 737 83,9 8699 8268 5,2
Nissan 1081 1004 7,7 8374 7565 10,7
Citroën 783 664 17,9 7124 6452 10,4
Ford 569 674 -15,6 5686 5346 6,4
Audi 840 760 10,5 5632 5693 -1,1
Seat 724 851 -14,9 5524 5373 2,8
Toyota 565 506 11,7 5310 5190 2,3
Dacia 724 363 99,4 3823 3156 21,1
Kia 425 335 26,9 3433 3199 7,3
Volvo 388 310 25,2 2884 2702 6,7
Hyundai 328 269 21,9 2227 1603 38,9
Smart 277 286 -3,1 2000 1869 7,0
MINI 321 196 63,8 1792 1710 4,8
Mazda 255 184 38,6 1772 1591 11,4
Mitsubishi 142 116 22,4 1463 1466 -0,2
Skoda 236 174 35,6 1458 1941 -24,9
Honda 95 162 -41,4 783 1432 -45,3
Land Rover 103 65 58,5 640 584 9,6
Alfa Romeo 74 57 29,8 591 469 26,0
Jaguar 54 72 -25,0 462 396 16,7
DS 24 78 -69,2 403 525 -23,2
Lexus 28 40 -30,0 254 226 12,4
Suzuki 35 18 94,4 226 126 79,4
Porsche 18 8 125,0 132 73 80,8
Maserati 1 2 -50,0 37 22 68,2
Jeep 0 17 -100,0 32 111 -71,2
Ferrari 3 0 14 9 55,6
Aston Martin 0 0 9 5 80,0
Bentley 2 0 6 2 200,0
Lancia 0 4 -100,0 2 25 -92,0
Lamborghini 0 0 1 1 0,0
Lotus 0 1 -100,0 0 5 -100,0
Total 17544 15632 12,2 144730 134258 7,8
Fonte: ACAP – Associação Automóvel de Portugal