O comboio-bala chinês vai voltar à atividade dentro de um mês, cinco anos depois de ter sido obrigado a parar. Desta forma, a China volta a ostentar o título do comboio mais rápido do mundo, começando por uma velocidade de 350 km/h, mas as máquinas estão preparadas para chegar em breve a um novo recorde de 400 km/h. A esta velocidade, vai ser possível fazer a viagem de Beijing a Xangai em quatro horas e meia.

A rede de comboios de alta velocidade vai ser reativada no dia 21 de setembro, mas com um número reduzido de máquinas, para evitar acidentes. O governo chinês instalou mais de 20 mil quilómetros de linhas para comboios de alta velocidade, começando a ser usadas em 2008. Agora que os comboios rápidos voltam a ser utilizados, vão ser montados mais 10 mil quilómetros até 2020.

Os comboios-bala foram retirados das linhas de caminho-de-ferro chinesas em 2011, devido a uma colisão entre dois comboios de alta velocidade, no viaduto de Wenzhou. Os comboios já tinham reduzido velocidade para menos de 100 km/h, mas mesmo assim quatro carruagens descarrilaram, resultando em 40 mortos e 192 feridos. Depois disso, os comboios viram a sua velocidade reduzida para 250 km/h.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.