A polícia sueca conta com uma nova ajuda na luta contra o crime na forma da carrinha Volvo V90. A decisão de optar por este modelo da marca sueca foi tomada após a avaliação que a carrinha teve nos testes realizados pela polícia local, tendo obtido 9,2 pontos em 10 possíveis, granjeando também o estatuto de modelo que pontuação mais alta obteve no historial destes testes.

Esta extensa bateria de testes divide-se em cinco áreas distintas: testes de travagem, percursos de obstáculos, testes de evasão ativa com e sem travagem, e condução de emergência a alta velocidade.

Adicionalmente, e uma vez que na Suécia as viaturas da polícia funcionam muitas vezes como local de trabalho, a Volvo explica que foram valorizadas outras características, “como o conforto, a qualidade e a ergonomia”.

A polícia sueca será a primeira a utilizar a nova V90, mas a marca quer alargar esta sua oferta a outros países europeus. De entre as várias forças policias que, ao longo dos últimos anos, têm utilizado viaturas Volvo incluem-se Noruega, Itália, Reino Unido e Holanda.

A transformação da V90 numa viatura de emergência é realizada pela Volvo Car Special Products, um departamento especial que personaliza, na fábrica de Torslanda, na Suécia, as viaturas de acordo com as exigências específicas de cada cliente, demorando cerca de uma semana neste processo. O chassis, por exemplo, é mais forte e dinâmico enquanto os travões e a suspensão também foram melhorados estando a viatura equipada com as ferramentas necessárias para uma excelente comunicação.

Tradição longa

A Volvo Cars tem uma longa tradição no fornecimento deste tipo de viaturas: logo em 1929, dois anos após a fundação da marca, a polícia sueca já combatia o crime ao volante de um Volvo. Nas décadas seguintes, modelos clássicos como o Volvo Amazon e o Volvo 144 também foram utilizados.

Mais recentemente, os modelos XC70 e V70 também pertenceram às forças policiais sendo que, até à realização destes últimos testes com a V90, a XC70 tinha sido o automóvel que havia obtido a classificação mais elevada.