GP Espanha MotoGP: Domínio total de Dani Pedrosa

O GP de Espanha de Moto GP foi totalmente dominado por Dani Pedrosa e a Honda, pois Marc Marquez também esteve sempre com o 2º lugar bem controlado.

A Ducati e em especial Jorge Lorenzo deram sinais de estar a melhorar francamente , obtendo este o seu primeiro pódio da época, e Dovizioso também consegui obter um bom 5º lugar.

A Yamaha é que esteve francamente mal, mas consegue mesmo assim manter a liderança do mundial, agora com apenas 4 pontos de vantagem sobre a Honda. Viñales também desiludiu um pouco.

Especial destaque para Johann Zarco que fez mais uma corrida de campeão, obtendo a sua melhor classificação (4º)

Foi assim este GP de Espanha num relato volta a volta:

Pedrosa arranca da pole e mantém o primeiro lugar á frente de Marquez.

Segue-se Ianone em Suzuki mas Zarco vem de trás e ultrapassa sucessivamente vários pilotos até ao 3º lugar.

Ao fim de 2 voltas, Pedrosa e Marquez mantém as 2 primeiras posições, seguidos do surpreendente Zarco e a seguir, Ianone, Crutchlow e Viñales, Lorenzo e Rossi.

Na frente Zarco aproxima-se de Marquez e tenta a ultrapassagem sem sucesso.

Crutchlow ultrapassa Ianone

Zarco continua a pressionar Marquez que se defende muito bem, mas não resiste ao francês á entrada para a quinta volta.

Ianone continua a perder ritmo é ultrapassado por Lorenzo que é agora 5º classificado.

As Yamahas de Viñales e Rossi desiludem neste inicio de corrida, mas Rossi começa a ganhar ritmo e passando para o 6º lugar, trazendo Dovizioso atrás.

Á 5ª volta Crutchlow sofre uma violenta queda.

Marquez entretanto recuperou o segundo lugar a Zarco.

Rossi é agora o 5º classificado,mas a sofrer grande pressão de Dovizioso, oferecendo um excelente espectáculo aos milhares de espectadores presentes no circuito de Jerez.

Lorenzo surpreende com o seu melhor ritmo e é agora 4º, á 7ªvolta.

Os quatro primeiro rodam afastados cerca de 50 metros entre cada um, com Lorenzo a conseguir começar a aproximar-se de Zarco. Um pouco mais atrás vem Rossi e Dovizioso que o continua a pressionar.

Ianone continua a perder posições e acaba por sofrer uma queda quando seguia no 9º lugar.

Á 10a volta Dovizioso consegue finalmente ultrapassar Rossi que agora é o 6ª classificado.

Entretanto mais na frente, Jorge Lorenzo ultrapassa Zarco na curva 6 e chaga assim ao terceiro lugar.

Viñales está colado a Rossi e ameaça ultrapassa-lo.

Á 13a volta a classificação é a seguinte:

1º Pedrosa, 2º Marquez, 3º Lorenzo, 4º Zarco, 5º Viñales, 6º Dovizioso, 7º Rossi

Entretanto Petrucci junta-se ao pelotão.

Á 15º volta, Pedrosa com algum desgaste no pneu da frente, tem uma vantagem de 1,3s sobre Marquez que se aproxima.

Mais atrás Petrucci ultrapassa Rossi e Dovizioso pressiona Viñales.

Estamos na 17º volta e Viñales comete um erro permitindo a ultrapassagem de Dovizioso que sobe assim ao 5º lugar.

Lorenzo começa agora a mostrar sinais de dificuldades pois Zarco está cada vez mais próximo e já rodam juntos.

Na frente Marquez ganha apenas algum terreno a Pedrosa, mas este parece ter as coisas controladas conseguindo rodar toda as voltas dentro do segundo 40, o que demonstra uma regularidade impressionante.

Na 20a volta Folger aproxima-se perigosamente de Rossi e ultrapassa-o conquistando o 8º lugar.

Á 21a volta a classificação é a seguinte:

1º Pedrosa, 2º Marquez, 3º Lorenzo, 4º Zarco, 5º Dovizioso, 6º Viñales, 7º Petrucci, 8º Folger, 9º Rossi

Mas Rossi está em grandes dificuldades perdendo mais um lugar para Aleix Espargaro.

Á 23a volta as posições parecem estabilizadas, restando perceber se Marquez se conseguirá aproximar mais de Pedrosa que continua a manter uma vantagem de cerca de 1s.

A unica luta a decorrer é a de Viñales e de Petrucci que distam cerca de 0,5s

A duas voltas do fim Marquez deixou de pressionar Pedrosa que agora parece ter a vitória assegurada.

Pedrosa ganha com autoridade tendo demonstrado sua superioridade desde os treinos livres.

As Hondas dominaram com tranquilidade, as Yamahas estiveram sempre mal, as ducati bem melhor, especialmente jorge Lorenzo que conquista o seu primeiro podium este ano, e Zarco que continua a demonstrar ser um excelente piloto.

Crutchlow brilhou mas mais uma vez caiu e perdeu uma óptima hipótese de obter um bom resultado.

Classificação final:

MotoGP Espanha 2017