Amazon vai vender automóveis na Europa

Para quem está habituado a comprar música, livros, jogos, equipamento eletrónico ou mesmo qualquer outro tipo de equipamento (até canas de pesca), a Amazon passou a ser uma benesse, com descontos na aquisição muito abaixo do preço de venda ao público encontrado em lojas físicas, mesmo nas grandes cadeias. Já imaginou então como os carros seriam mais baratos se fossem vendidos em lojas online?

Bem, esse futuro não está muito longe. A Amazon vai mesmo vender automóveis, num sistema específico para o mercado europeu, onde impostos relacionados com o automóvel são quase obrigatórios, mas variam de país para país. A empresa americana decidiu começar na Europa, precisamente por ser um mercado complicado, mas onde estão presentes quase todos os construtores mundiais. Na América do Norte, a Amazon concentra-se principalmente no mercado de peças.

Algumas marcas já venderam automóveis através da Amazon, mas não em grandes volumes. O negócio automóvel da Amazon vai estar baseado no Luxemburgo mas vai começar a vender carros no Reino Unido, pretendendo oferecer vários serviçoes, incluindo a possibilidade dos potenciais compradores fazerem testes ao volante. A Amazon pode assumir-se como principal centro de vendas, numa fase em que os clientes já não estão interessados em visitar concessionários tradicionais.