Dakar: Joan Barreda dominador, Paulo Gonçalves melhor português

Já está concluída a primeira parte da terceira etapa do Dakar, que liga San Miguel de Tucumán a San Salvador de Jujuy. Os pilotos da frente já completaram os primeiros 274 quilómetros cronometrados, seguindo-se agora uma neutralização de 148 km para depois então realizarem os derradeiros 124 quilómetros em luta contra o cronómetro.

Nesta primeira fase da etapa só deu Joan Barreda Bort. O piloto da Honda cumpriu a promessa do dia de ontem e esteve ao ataque comandando a corrida desde o início. Barreda Bort, que é o líder provisório, deixou o segundo classificado Pablo Quintanilla a uns distantes 10m11s. De seguida surge Sam Sunderland, que é o melhor homem da KTM. O piloto britânico está a 11m28s do primeiro lugar. Adrien Van Beveren é quarto e pela primeira vez surge nestes lugares na presente edição do Dakar ao passo que Ricky Brabec é quinto e continua a demonstrar que este ano poderá vir a ser um dos principais pilotos a obter um lugar destaque na mais dura prova de todo-o-terreno do mundo.

Paulo Gonçalves é nesta fase o melhor português em competição, mas vem a perder ao longo da jornada terreno para Joan Barreda Bort e está a 15m19s deste. Neste momento ainda não é certa a posição do homem luso, pois esta depende de que farão Pela Renet, Franco Caimi, Michael Metge, tudo homens que estavam a ser mais rápidos do que Gonçalves e que ainda não chegaram a esta ponto da etapa. Destaque também para Matthias Walkner e Toby Price que tiveram um início de dia difícil. Os dois pilotos perderam muito tempo nos primeiros momentos da etapa, desconhecendo-se para já os motivos, e estão agora a 19m24s e 20m07s do primeiro lugar.

Em atualização…

Alexandre Melo/Motosport