O novo SEAT Ibiza quer assumir o papel de protagonista no segmento dos utilitários, chegando em meados do ano com uma série de novidades importantes, tanto técnicas como de habitabilidade.

O visual aposta na continuidade, com um modelo de linhas aproximadas às do Leon, mas que em relação ao anterior Ibiza apregoa um interior mais desafogado, sendo 87 mm mais largo e com uma distância entre eixos maior em 95 mm, para 2.564 mm. Por outro lado, para manter o aspeto desportivo e dinâmico que tanto caracteriza a companhia de Martorell, é 2 mm mais curto e 1 mm mais baixo. A marca garante que os ganhos nas dimensões melhoraram bastante o espaço a bordo, sobretudo atrás, oferecendo agora mais espaço para as pernas dos ocupantes desses lugares.

A capacidade da bagageira também foi alterada, ganhando 63 litros para um total agora de 355 litros. Para os que esperavam uma carroçaria mais desportiva (SC), há desilusão, uma vez que o novo Ibiza apenas terá versões de cinco portas.

A gama de motores foi também renovada, surgindo agora com três unidades em alumínio a gasolina respeitadoras da norma Euro 6, a começar pelo 1.0 TSI de 95 CV ou de 115 CV, a que se junta um novo 1.5 TSI Evo com 150 CV que surgirá no final do ano. Na parte dos Diesel, a marca contará com vertentes 1.6 TDI de 80, 95 e de 115 CV. A nova plataforma MQB A0 permite ao Ibiza oferecer um 1.0 TSI de 90 CV alimentado por gás natural comprimido (GNC). As opções de caixa disponíveis serão de cinco velocidades manual para o modelo de entrada e de seis, também manual, para os motores mais potentes. Uma caixa automática DSG de dupla embraiagem com sete relações estará igualmente disponível.

Também melhorado foi o comportamento, com a SEAT a apostar numa reformulação da qualidade de rolamento, dinamizando o equilíbrio entre o conforto e o dinamismo, graças à nova plataforma MQB A0.

No interior, a marca melhorou substancialmente os materiais e a construção, sendo que um dos atributos que a SEAT mais destaca é o do equipamento. Entre os itens de segurança, nota para o Assistente Dianteiro, Cruise Control adaptativo, entrada sem recurso à chave com ignição por botão, novos sensores de estacionamento à frente e atrás e uma câmara traseira que revela as suas imagens no ecrã tátil de oito polegadas. Na conectividade, a SEAT aponta o carregador wireless com amplificador de sinal GSM e ligação aos sistemas operativos Apple CarPlay, Android Auto e MirrorLink.

A gama tem quatro níveis de equipamento, a começar no Reference, passando pela Style e terminando na mais desportiva FR e a equivalente Xcellence. Estas duas surgem posicionadas como as escolhas mais completas, com a FR a oferecer o lado mais dinâmico (com estilo dedicado, difusor traseiro, suspensão desportiva com modos Normal e Sport e pack exterior negro), ao passo que a XCellence surge com visual mais requintado e mais tecnológico.

A estreia oficial deste modelo irá acontecer no próximo Salão de Genebra, em março.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.