A Noruega, nação com grande penetração dos veículos elétricos, é o primeiro mercado onde está disponível o novo elétrico da Opel, que chegará aos restantes países onde a marca está presente ao longo de 2017 e 2018.

A Opel anunciou que está já em comercialização o seu novo veículo elétrico, o Ampera-e, revelado no Salão de Paris, que chegou hoje ao mercado norueguês. A marca explicou a escolha deste país para inaugurar a ofensiva desta viatura de emissões 0 junto dos consumidores, indicando que “a Opel dá prioridade aos mercados mais expressivos do ponto de vista da mobilidade elétrica, nomeadamente aqueles que têm manifestado maiores ambições na disseminação deste género de veículos”.

O Ampera-e estará inicialmente disponível num volume limitado, com posterior alargamento da produção, expandindo a sua presença depois à Alemanha, França, Holanda e Suiça. Ainda durante o ano de 2017 e em 2018 o novo veículo elétrico da marca de Russelsheim chegará aos restantes países onde a Opel está presente.

A escolha da Noruega prende-se com as diversas vantagens que este país oferece aos veículos de emissões 0, que estão isentos de pagamento de portagens, ferry-boats e estacionamento urbano, a que se junta a autorização de utilização das faixas Bus. Um conjunto de benefícios que ajuda a explicar a forte penetração destas viaturas neste mercado, onde representaram em 2015 quase 1/4 de todos os automóveis comercializados (22%). Agora é a vez do Opel Ampera-e tentar convencer os automobilistas, primeiro os noruegueses e depois de outros países, com características como a autonomia de 380km no novo ciclo WLTP, mais próximo das condições reais de utilização, e a possibilidade de carregamento equivalente a 150km percorridos com apenas 30 minutos ligado a um posto de abastecimento rápido com tomada de 50kW.

Nuno Fatela / Turbo