Novo Opel Insignia Sports Tourer: Espaço aliado a estilo dinâmico

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

A ofensiva de novos modelos da Opel não para. No próximo Salão de Genebra, a marca de Rüsselsheim irá dar a conhecer o novo Insignia Sports Tourer, a variante carrinha com que pretende aliar dinâmica, habitabilidade e versatilidade para novos padrões referenciais na classe.

A marca alemã destaca as linhas próximas às de um grande ‘coupé’, cuja elegância prometida surge aliada a “funcionalidade exemplar” e a atributos reforçados de espaço a bordo e tecnologias de segurança e de assistência à condução.

Embora o comprimento total tenha crescido ligeiramente face à anterior carrinha, para 4.986 metros, o novo modelo surge com uma aparência bastante mais ‘atlética’ e ágil, buscando a sua inspiração no concept Monza de 2013. As vias aumentadas em 11 mm, a grelha dianteira proeminente e os faróis estreitos inspirados naquele protótipo contribuem para uma postura dinâmica. Mais longa é a distância entre eixos, que aumentou 92 mm para 2.829 metros, enquanto a projeção dianteira foi reduzida em 30 mm. A marca salienta ainda a linha cromada que percorre o tejadilho (de apenas 1,483 metros de altura) e desce para se integrar nos grupos óticos traseiros. Abordando este capítulo, uma vez mais, os grupos óticos finos, ligeiramente protuberantes na sua forma de ‘dupla asa’ – a assinatura tradicional da Opel – constituem os elementos mais marcantes neste conjunto.

Funcionalidade acrescida

A capacidade da bagageira atinge agora os 1.640 litros, representando um acréscimo de 100 litros face ao anterior modelo, sendo o comprimento total da bagageira maior em 97 mm (para 2.005 metros com os bancos traseiros rebatidos). Para facilitar as operações de carga e descarga, a tampa da bagageira possui comando elétrico que pode ser operado com um simples movimento de pé sob o para-choques traseiro, sem que seja necessário tocar no automóvel ou recorrer ao comando à distância do fecho centralizado.

Por comparação com o anterior modelo, o espaço interior aumenta em todos os sentidos: 31 mm em altura, 25 mm em largura ao nível dos ombros e outros 27 mm ao nível dos assentos. O grande tejadilho panorâmico em vidro (1.400×860 mm), proposto em opção, estende-se até aos lugares traseiros, acrescentando luminosidade ao habitáculo, ao passo que, pela primeira vez, os lugares traseiros junto às portas podem ter aquecimento individual. O tablier foi desenhado em torno do condutor e das suas necessidades, tendo no topo da consola o ecrã tátil, sem moldura, que agrega, entre outros, os comandos do sistema IntelliLink. Logo abaixo estão colocados os do sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado. E num terceiro nível distinto aparecem as teclas dos sistemas de assistência à condução. Registe-se ainda que os bancos dianteiros ergonómicos certificados pela agência AGR podem ser dotados de regulação do apoio lateral, massagem de costas, aquecimento, ventilação e memórias de posicionamento. O para-brisas aquecido garante que rapidamente são atingidos e mantidos bons níveis de visibilidade nos dias frios de inverno.

Motores turbo

Tal como na berlina Insignia Grand Sport de cinco portas, a Opel levou a cabo um extenso programa de desenvolvimento que teve como resultado uma ‘dieta’ evidente: dependendo da motorização e do nível de equipamento, a nova ‘carrinha’ topo de gama da Opel é até 200 kg mais leve do que o modelo correspondente. Isso deve-se sobretudo ao recurso a materiais especialmente leves e a uma nova filosofia de ‘packaging’ que consegue otimizar a localização dos componentes no veículo. Com o contributo adicional de uma posição de condução mais baixa que anteriormente, tudo isto representa uma melhoria muito sensível na dinâmica em estrada.

Um dos principais destaques deste novo Insignia Sports Tourer está na gama de motores, composta por unidades da mais recente geração, numa evidência do esforço que a Opel tem vindo a depositar nesta área nos últimos três anos. Assim, todos os motores estão munidos com turbocompressor, variando a sua potência entre os 140 e os 250 CV no caso das variantes a gasolina e entre os 110 e os 170 CV no caso das opções Diesel.

O destaque, contudo, é concedido a duas novas motorizações a gasolina, começando pelo 1.5 Turbo de injeção direta e cuja construção é integralmente feita em alumínio para peso 16 kg inferior em relação ao atual 1.6 Turbo de 170 CV. Graças a afincado trabalho de desenvolvimento, este motor debita 165 CV de potência e 250 Nm de binário máximo. Terá acoplada uma caixa manual de 6 velocidades totalmente nova, mais leve do que a anterior, e desenhada e desenvolvida em Rüsselsheim.

A segunda novidade de relevo assume a forma do 2.0 Turbo também com injeção direta e turbocompressor de dupla entrada para uma potência elevada de 250 CV e 400 Nm de binário. Apelando a veia mais desportiva, este motor pode ser associado a caixa manual de seis velocidades ou, em opção, a uma nova caixa automática de oito velocidades.

Tecnologia de ponta

A tecnologia avançada marca presença através de inúmeros sistemas de conforto e de segurança, que vão da nova geração de faróis IntelliLux de matriz de LED até ao ‘head up display’ de projeção no parabrisas. Os sistemas IntelliLink possuem as versões mais recentes do Apple CarPlay e do Android Auto, permitindo a integração de várias aplicações de ‘smartphones’. O Insignia oferece ainda o recarregamento de baterias de telemóveis sem recurso a cabos. O sistema de assistência em viagem e em emergência Opel OnStar oferece múltiplos serviços, desde a resposta automática em caso de acidente ao apoio em situação de furto do automóvel. Agora, é acrescentado um novo serviço de “assistente pessoal”, com o qual é possível solicitar ao operador de contacto ajuda na seleção e reserva de hotel, por exemplo. O OnStar integra ainda um ‘hotspot’ WiFi 4G LTE que faculta ligação à Internet a todos os ocupantes. O novo topo de gama da marca alemã dispõe igualmente de câmara exterior de 360º e tração integral ‘inteligente’ com sofisticada vetorização de binário para melhoria das capacidades dinâmicas, além de melhoria do sistema de acerto do chassis FlexRide.

Outros sistemas, como o Alerta de Saída de Faixa com correção automática da direção estão igualmente presentes, sendo também importante indicar que o novo Insignia é o primeiro Opel com capô do motor ativo – isto é, o capô eleva-se em milésimos de segundo para aumentar a distância para o motor, garantido maior proteção para os peões em caso de acidente com atropelamento.

A segunda geração Insignia Sports Tourer tem estreia mundial marcada para o dia 7 de março, no Salão de Genebra. As encomendas irão ter início em breve (para chegada na primavera). Na fase inicial, a nova caixa automática estará disponível com tração integral

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.