A Ariel Motor Company é conhecida entre os entusiastas mais especializados do automobilismo pelo seu F1 de estrada, o Atom, que combina um motor pequeno com pouco peso. Mas a pequena marca britânica quer fazer algo ainda mais explosivo, tendo anunciado planos para produzir um hipercarro elétrico, que vai chegar ao mercado em 2020.

Ainda sem nome, este hipercarro vai ter uma carroçaria completa, ao contrário do Atom, que deixas as rodas à mostra. A forma mais aerodinâmica e o uso de fibra de carbono vão ajudá-lo a atingir os 100 km/h em 2,5 segundos e uma velocidade máxima de 257 km/h, mas vai tapar as quatro baterias que lhe vão dar potência. O novo Ariel vai estar disponível em versões de duas e quatro rodas motrizes.

O hipercarro Ariel vai ter um motor por cada roda, cada um gerando 300 cv. Isto significa que a variante de duas rodas motrizes vai debitar 600 cv, enquanto a versão de quatro rodas motrizes promete uns estonteantes 1200 cv. O binário, a força da aceleração, permite um arranque quase instantâneo, pois vai ser de 9900 Nm (um motor a gasolina com esta potência teria um décimo do binário). Para controlar toda esta força, vai ter jantes e pneus de 20 polegadas à frente e 21 polegadas atrás.

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.