2017 será um ano decisivo para Vettel e Ferrari

O ano de 2017 poderá ser a última vez que Sebastian Vettel e Ferrari vão ter para trabalharem em conjunto. O piloto alemão foi um crítico constante da quebra de andamento da equipa durante a temporada, mas acabou por assinar por mais um ano com a Scuderia, já que não haviam alternativas competitivas.

No entanto, a próxima temporada será decisiva para uma relação futura, pois Vettel não vence uma corrida há 27 Grandes Prémios, e a Ferrari não ganhou uma única corrida este ano, apesar de ter terminado o ano no terceiro lugar do Mundial de Construtores, depois da Mercedes ganhar 19 das 21 corridas da temporada.

Sergio Marchione está consciente que manter o alemão contente é importante para o futuro da equipa, não se perspetivando novas estrelas imediatamente competitivas no horizonte da equipa italiana. O presidente da Ferrari afirmou que “temos que dar um carro ganhador ao Sebastian e deixá-lo numa posição confortável para guiar como só ele sabe”. Em particular, a Ferrari precisa de ter um chassis competitivo logo no início da temporada, mas o departamento técnico continua sem ninguém para desenvolver a aerodinâmica.

Paulo Manuel Costa/Autosport