24 Horas de Daytona: Portugueses favoritos à vitória

Começo de uma nova era na competição de protótipos nos Estados Unidos da América com dois portugueses em destaque, pois são candidatos a ganhar uma das clássicas mais importantes da competição automóvel mundial. João Barbosa e Filipe Albuquerque, juntamente com Christian Fittipaldi, ao volante de um dos novos Cadillac DPi, são favoritos numa corrida que terá Jeff Gordon, campeão da Nascar, como figura de proa.

A 55ª edição da Rolex 24 at Daytona terá, curiosamente, 55 inscritos, dos quais 12 novos protótipos da classe DPI e LMP2, cinco da classe Prototype Challenge, onze carros da categoria GT Le Mans e 27 da classe GT Daytona. Um plantel rico e variado que estreia os protótipos DPi e o Porsche 911 RSR da categoria GT Le Mans com motor central traseiro. Naturalmente que o destaque estará na nova classe de protótipos DPI e para os carros fechados da categoria LMP2, cuja lista de inscritos exibe carros oficiais da Cadillac, Mazda e Nissan. Cada equipa inscreve um par de carros com a Cadillac a ser a favorita com as equipas Wayne Taylor Racing (onde está Jeff Gordon) e Action Express (onde estão os portugueses), deixando para os belos Mazda RT24-P e para os dois Tequilla Patron Nissan Onroak, papel de outsiders. Porém, o plantel de pilotos é de respeito com nomes como Brendon Hartley (piloto Porsche no WEC) a juntarem-se aos já referidos.
Com possibilidade de lutar pela vitória estão os modelos LMP2 da Rebellion Racing (Oreca 07), PR1/Mathaisen Motorsports (Ligier JS P217) e Visit Florida Racing (Riley MK30), além do Oreca-Gibson da Dragon Speed.
Quanto a pilotos, muitos e bons vão estar presentes como Bruno Senna (Nissan), Loic Duval e Nicolas Lapierre (Oreca), bem como a formação do Oreca da Rebellion: Sebastien Buemi, Nick Heidefeld, Neel Jani e Stephane Sarrazin.
A categoria Prototype Challenge (PC) terá apenas cinco carros, todos eles chassis Oreca FLM09 inscritos por equipas norte americanas, que cumprem o seu último ano na competição.

Porsche estreia 911 RSR
Poderá dizer-se que este é o primeiro 911 de motor central, já que o carro que ganhou Le Mans era um protótipo, e a Porsche vai estreá-lo nas 24 Horas de Daytona com dois carros inscritos pela Core Autosport, mas debaixo da equipa oficial global Porsche GT Team. Como pilotos, a Porsche escolheu Patrick Pillet, Dirk Werner, Frederic Makowiecki, Kevin Estre, Laurens Vanthoor e Richard Liez. Para dar luta aos novos 911 RSR lá estarão os BMW M6 da BMW Team RLL (com Bruno Spengler, Augusto Farfus, Martin Tomczyk, Kuno Wilmer, Bill Auberlen, John Edwards e Alexander Sims). A Corvette inscreve dois carros, com destaque para as presenças de Mike Rockenfeller e Marcel Fassler a acompanhar os habituais Antonio Garcia, Jan Magnussen e Olivier Gavin, a Risi Ciompetizion estará à partida com um Ferrari 488 GTB pilotyado por Giancarlo Fisichella, Toni Vilander e James Calado.
A Ford regressa com os seus GT, inscrevendo pela primeira vez quatro carros depois da vitória em Le Mans. Destaques entre os pilotos para Dirk Muller, Sebastien Bourdais, Stefan Mucke, Olivier Pla, Tony Kanaan e Andy Priaulx.

Classe GTD mais preenchida
Se na classe mais poderosa dos GT estão inscritos 11 carros, na classe GTD (GT Daytona) há mais diversidade com nove construtores presentes (Acura, Aston Martin, Audi, BMW, Ferrari, Lamborghini, Lexus e Mercedes) e duas estreias muito interessantes: o Acura (Honda) NSX GT3 e o Lexus RC F GT3. A Merecedes também estreia o GTR GT3 no campeonato IMSA.

Entre os pilotos, alguns nomes conhecidos como Scott Pruett (Lexus RC F) Austin Cendric (Lexus RC F), filho de Tim Cendric, o responsável da Penske Racing, e piloto da Truck Series com a equipa de Brad Keselowski, Kaz Grala (Lamborghini Huracan), concorrente da Truck Series da Nascar, Emanuelle Collard (Lamborghini Huracan), Shane van Giesberger (Mercedes AMG GT3), Patrick Long (Porsche 911 GT3), Justin Marks (BMW M6) piloto de Chip Ganassi na Nascar, Maxime Martin (BMW M6) piloto do DTM e, naturalmente, Pedro Lamy que fará companhia a Paul della Lana, Mathias Lauda e Marco Sorensen no Aston Martin Vantage oficial.

Como habitualmente, já foi realizado o “Roar”, sessão de testes antes da prova, deixando na frente o Oreca Gibson da DragonSpeed, um carro da categoria LMP2, antes de dar o seu lugar ao Oreca da Rebellion, com Neel Jani a ficar com o melhor tempo. De referir que o melhor Cadillac foi apenas quinto, com João Barbosa a ser o mais rápido. Nos GTLM, sem surpresa, os mais rápidos foram sempre os Ford GT, já nos GT Daytona, o Porsche 911 GT3 de Sven Muller foi o mais veloz.
As 24 Horas de Daytona realizam-se nos dias 28 e 29 de janeiro e terão transmissão ao vivo no sítio da IMSA em www.imsa.com.

carro-favorito-jeff-gordon

José Luís Abreu/AutoSport