Alonso recorda Schumacher com carinho

No dia em que se cumprem três anos do acidente de esqui de Michael Schumacher, Fernando Alonso, um dos grandes adversários da sua carreira, recorda o grande piloto que o alemão era, mostrando mais uma vez a sua admiração pelo piloto que agora tenta recuperar de graves lesões na cabeça: “Tenho grande carinho pelo capacete que guardo dele, foi um grande adversário que tive. Quando cheguei à Fórmula 1 ele já tinha cinco títulos, e ganhou mais dois depois de eu ter chegado.

Ter sido quem tanto lutou contra ele durante anos representa muito para mim”, disse Alonso, que relembrou quão duro era Schumacher nas pistas: “No tempo dos Michelin e Bridgestone, quando ele tinha vantagem de pneus, ganhava sempre as corridas. Quando eu tinha, ele estava ali perto. Nos fins de semana que nós pensávamos que iríamos ganhar muito mais pontos que ele, ele, ainda assim terminava em terceiro, quarto, segundo. Sempre tinha algo a mais para dar. De todos os pilotos que competi, ele foi o único que conseguiu fazer isso”, disse o espanhol.

José Luis Abreu/Autosport