Carlos Sainz abandona o Dakar

Carlos Sainz foi outro dos pilotos que passou do céu ao inferno. Esteve perto de ficar na frente da prova, mas capotou o seu Peugeot 3008 DKR e passou a ser 12º da geral a 2h04m48s do líder, até se ficar a saber que iria abandonar.

Quanto às causas, tinha perdido tempo devido a ter tido dificuldades de encontrar um waypoint na fase inicial da tirada, e por isso estava a atacar: “Chegámos depressa demais a uma curva, e em travagem o carro atravessou-se tocou em alguma coisa e capotou. Ficámos num buraco com 15 metros. Perdemos muito tempo na fase inicial da especial e depois tivemos que recuperar e quando se anda depressa estas coisas podem acontecer” disse o piloto cujo carro ficou com danos extensos, que o impedem de continuar em prova.

José Luis Abreu/Autosport