Carta por pontos: um ano depois, ainda se lembra como tudo funciona?

Faz um ano que a carta por pontos entrou em vigor em Portugal. A partir do dia 1 de junho de 2016 todos os condutores viram ser-lhes atribuídos 12 pontos que passaram a ser subtraídos mediante as infrações: grave, muito grave ou crime rodoviário.

Porém, a subtração destes não deixou de isentar o pagamento de uma coima ou eventual inibição temporária de conduzir. Por outro lado, os cumpridores também passaram a ser ‘premiados’. Um ano volvido sobre este novo sistema, recordamos as principais nuances da ‘equação’.

André Duarte/Autosport

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.