Mais uma equipa interessada na Fórmula 1

A Prema está interessada em estar na Fórmula 1 caso seja possível ter apenas um monolugar na competição, disse o líder da equipa Rene Rosin.

A Prema está a competir neste momento na F4 italiana e alemã, na F3 europeia e na F2, tendo cinco pilotos da Academia da Ferrari nos três escalões competitivos.

“Porque não?”, questionou Rosin, “a Fórmula 1 é o sonho de qualquer equipa, não apenas dos pilotos, mas também dos engenheiros. Claro que sei que é um sonho e que será muito difícil de fazer isto. Teriam de existir muitas mudanças nas estruturas dos desportos motorizados para chegarmos a este ponto. Depende de como tudo é organizado e penso que se consegue organizar isto. Mas claro que é algo que tem de ser planeado, precisa de ser desenvolvido e precisa de regulamentação”.

Rosin falou também sobre o futuro de Charles Leclerc, piloto da equipa, dizendo que não faz sentido o seu piloto não subir à Fórmula 1 em 2018, o que não seria caso único, visto Pierre Gasly e Antonio Giovinazzi, também não terem subido à categoria máxima.

“Pilotos como o Antonio, Pierre ou o Charles devem estar na F1 porque o merecem. A maneira como o Charles está a gerir tudo este ano é impressionante, merece mesmo a oportunidade. Qual o sentido das competições maus baixas se não são capazes de promover pilotos à F1?”, referiu ainda o líder da Prema.