F1: Caso da ‘queima de óleo’ só esclarecido devido a denúncia

O problema da ‘queima de óleo’ para ajudar na potência surgiu quando a Red Bull o denunciou à FIA. A denúncia tinha como base a Mercedes e a FIA clarificou nas regras antes da prova no Azerbaijão que não podia existir esta ‘queima de óleo’.

A decisão da FIA leva a querer que efetivamente algumas equipas tinham esta prática, falando-se na Mercedes e na Ferrari como as maiores utilizadores desta técnica. Remi Taffin, chefe da Renault para os motores comentou a situação: “Não existiria esta clarificação por parte da FIA se nada tivesse sido feito. Penso que agora já ninguém esteja a fazer isto”.