F1: Max Verstappen pode estar de saída para a Ferrari

O futuro de Max Verstappen na Red Bull está a tornar-se cada vez mais um tópico de conversa no ‘paddock’ da Fórmula 1, já que o holandês começa a ficar bastante frustrado com os problemas de fiabilidade que têm afetado a sua campanha em 2017. Falando-se agora de uma provável saída para a Ferrari.

O jornal britânico The Independent cita fontes que avançam com alguma certeza que Verstappen está de partida para a equipa de Maranelo, garantindo que a questão agora não é se o holandês troca a Red Bull pela Ferrari mas quando. Num artigo o mesmo periódico escreve que a Max foi pedido para deixar a sua atual equipa antes de 2019.

A Red Bull já disse que Verstappen estará na equipa pelo menos até ao final de 2018. Helmut Marko já veio mesmo pronunciar-se sobre o assunto: “Contrariamente a todos os rumores, não há qualquer cláusula sobre performance no contrato de Verstappen. Se não o libertarmos não pode mudar para a Ferrari”. Mas também é preciso lembrar que da última vez que Marko negou que Verstappen fosse promovido à Red Bull às custas de Daniil Kvyat, uma semana depois o holandês estava a substituir o russo em Barcelona, estreando-se pela equipa de Milton-Keynes.

Durante o primeiro dia de Grande Prémio da Áustria Helmut Marko também revelou, inadvertidamente, que uma semana antes se tinha reunido com Maurizio Arrivabene ao referir: “Não falamos sobre Carlos Sainz”. Uma fonte príxima da Ferrari adiantou que esta terá sido o primeiro encontro para discutir a saída de Verstappen, mas que a equipa italiana não iria pagar para o ter antes de 2019.