F1: Sergio Marchionne questiona ideias para os motores futuros

Sergio Marchionne questionou as ideias para os motores da Fórmula 1 a partir de 2020. Do que se sabe a ideia é manter o motor V6 de 1.6 litros, mas adicionando outro turbocompressor e eliminando muitas das partes híbridas, que são complexas e caras.

“Duplo turbo no lugar de um motor elétrico? Já disse à Liberty esta manhã: Acredito que criar uma unidade de potência que nega o desenvolvimento é um erro. Ou fazemos algo consistente e inteligente ou esquecemos isto. Estas soluções simples para remover as partes híbridas do motor ou para trazer de volta o motor de 12 cilindros aspirado são do passado”, comentou o presidente da Ferrari.