Governo chinês dá ‘ok’ à produção de veículos elétricos pela NEVS

Tianjin vai ser o centro nevrálgico de produção de veículos elétricos da NEVS (National Electric Vehicle Sweden) – em 2012  adquiriu os ativos da Saab – na China. A NEVS é assim o primeiro empreendimento conjunto com investidores fora da China com uma licença validada para o efeito.

“Estou muito agradecido pela licença de aprovação que agora recebemos para a produção de veículos elétricos. É um marco extremamente importante para a NEVS, a qual está baseada nos 70 anos da longa história da Saab”, disse o presidente da NEVS, da Kai Johan Jiang.

Neste momento está a ser construída uma fábrica em Tianjin que se prevê ter uma capacidade para pôr no mercado 200 000 veículos elétricos por ano e que, pelo menos inicialmente, serão baseados na plataforma do Saab 9-3. Espera-se que a fábrica comece a laborar no final de 2017.

Este é um mercado em franco crescimento na China. A curto prazo o primeiro desafio é o de ter prontos 150 000 carros para uma companhia de leasing  daquele país, a Panda New Energy.

André Duarte/AutoSport