GP Azerbaijão F1: Lewis Hamilton sem ‘culpa no cartório’

O incidente entre Sebastian Vettel e Lewis Hamilton já deu muito que falar e ainda vai dar mais. O alemão foi penalizado em 10s por condução perigosa, tendo acusado Hamilton de ter travado propositadamente, mas a FIA analisou os dados do monolugar do britânico e não encontrou qualquer sinal de travagem, contrariando assim Vettel.

A decisão da FIA pela penalização tem a ver com o segundo toque de Vettel, quando o alemão protestava, e não o primeiro. “Os comissários examinaram o vídeo e decidiram que a manobra de Vettel é potencialmente perigosa”, explicou a entidade federativa em comunicado.

Depois da corrida Hamilton disse: “Não há nenhuma razão para fazer o que ele fez. É tão claro como céu ser azul. Somos campeões do mundo, nós somos os melhores pilotos”. Já Vettel quando foi informado dos 10s segundos de penalização ficou irritado. “Quando é que pilotei perigosamente? Podem dizer-me quando?” Depois da corrida o alemão explicou a manobra, “fui para o lado dele para lhe mostrar a mão. Não lhe mostrei um dedo ou algo do género, apenas lhe queria dizer que aquilo não estava certo”.