GP Canadá F1: Vitória fácil de Hamilton, grande corrida de Vettel

Lewis Hamilton venceu pela sexta vez no Canadá, naquela que deve ter sido uma das vitórias mais fáceis da sua carreira na F1. Tão fácil que quase não demos por ele.

O piloto inglês arrancou bem da pole e aproveitou da melhor forma o endiabrado Max Verstappen que partindo bem, passou de quinto para segundo e pelo meio, ‘eliminou’ Sebastian Vettel com um toque, danificando a asa dianteira do Ferrari, com o alemão a ter que ir mudá-la à boxe, caindo, por isso, para a cauda do pelotão.

No segundo lugar terminou Valtteri Bottas, a 19 segundos do seu colega de equipa, um confortável segundo classificado pois o homem que terminou no lugar mais baixo do pódio, Daniel Ricciardo nunca teve armas para o incomodar. O piloto da Red Bull – equipa que viu Max Verstappen ficar pelo caminho quando era segundo atrás de Hamilton, logo na fase inicial da corrida devido a uma avaria na bateria – bem pode agradecer este pódio ao homens da Force India, que deram água pela barba a Sebastian Vettel, que depois de ter ficado com a asa dianteira do seu Ferrari danificada logo após a partida foi à boxe, e da cauda do pelotão realizou uma magnífica corrida de recuperação para terminar em quarto, minimizando desta forma as perdas no campeonato.

Grande corrida dos dois Force India, que terminaram em quinto e sexto, resistindo ao homem da Ferrari durante várias voltas, com este ter que suar as estopinhas para os passar. Com isso, Ricciardo pode respirar e terminou em terceiro.

Kimi Räikkönen foi somente sétimo classificado, depois duma corrida muito morna para quem tem um Ferrari. Basta ver o que fez Vettel. Destaque ainda para Lance Stroll, que se tornou no primeiro piloto canadiano que não se chama Villeneuve a pontuar na F1. Nico Hülkenberg, terminou novamente nos pontos com o seu Renault, o que sucede pela quarta vez nas últimas cinco corridas.

Romain Grosjean foi décimo, mas pode ainda sofrer as agruras de ter causado o incidente que envolveu Carlos Sainz e culminou com o despiste de Felipe Massa, logo no início da corrida. Fernando Alonso esteve muito perto de pontuar, neste seu regresso à F1 depois das Indy 500, chegou a andar nas últimas voltas na décima posição, mas adivinhem o que aconteceu. Um problema com o motor Honda deixou-o novamente de fora da corrida.

Classificação

1
Lewis Hamilton
MERCEDES
1:33:05.154

2
Valtteri Bottas
MERCEDES
+19.783s

3
Daniel Ricciardo
RED BULL RACING TAG HEUER
+35.297s

4
Sebastian Vettel
FERRARI
+35.907s

5
Sergio Perez
FORCE INDIA MERCEDES
+40.476s

6
Esteban Ocon
FORCE INDIA MERCEDES
+40.716s

7
Kimi Räikkönen
FERRARI
+58.632s

8
Nico Hulkenberg
RENAULT
+60.374s

9
Lance Stroll
WILLIAMS MERCEDES
+1 volta

10
Romain Grosjean
HAAS FERRARI
+1 volta

11
Jolyon Palmer
RENAULT
+1 volta

12
Kevin Magnussen
HAAS FERRARI
+1 volta

13
Marcus Ericsson
SAUBER FERRARI
+1 volta

14
Stoffel Vandoorne
MCLAREN HONDA
+1 volta

15
Pascal Wehrlein
SAUBER FERRARI
+2 voltas

16
Fernando Alonso
MCLAREN HONDA
DNF

NT
Daniil Kvyat
TORO ROSSO
DNF

NT
Max Verstappen
RED BULL RACING TAG HEUER
DNF

NT
Felipe Massa
WILLIAMS MERCEDES
DNF

NT
Carlos Sainz
TORO ROSSO
DNF