Hamilton: “O carro ainda é fraco em muitas áreas”

Lewis Hamilton mostrou-se mais satisfeito com o seu Mercedes após os primeiros treinos do Grande Prémio do Canadá, mas diz que o carro ainda não está onde devia estar em termos de performance. “O carro parece ter voltado ao normal, mas ainda é fraco em muitas áreas. O Ferrari ainda é o mais rápido e tudo o que faça atualmente não consigo batê-lo”, afirmou o britânico em Montreal.

“Duas décimas é uma boa margem. Vamos ver se conseguimos melhorar, mas parece que ainda faltam décimas sobre décimas. É entusiasmante, mas a posição de partida é tudo, pois entre nós os quatro vai ser muito difícil ultrapassar no domingo”, afirmou Hamilton, o vencedor da corrida canadiana em 2016. James Allison, diretor técnico da Mercedes, admite que o W08 provou o seu valor mas que também os seus pontos francos: “Isto coloca-nos desafios particulares quando quisermos fazer afinações, mas há muito que podemos fazer a curto e médio prazo. Houve alturas em que Lewis passou um mau bocado. Parece que o carro tem falta de aderência, mas nunca é fácil ultrapassar isto, que o faz perder muito tempo. O que o Lewis está a experimentar é o que Valtteri (Bottas) já sentiu em pistas diferentes”.